Archive for: Janeiro 23rd, 2019

Presidente do PSD do distrito de Setúbal, Bruno Vitorino Violência contra a PSP no Bairro da Bela Vista em Setúbal é um «ataque ao estado de direito»

22/01/2019

“Não se presta um bom serviço à democracia, quando se tenta confundir racismo e xenofobia com o cumprimento da ordem pública. As regras existem para serem cumpridas por todos, sem exceção. Não há nenhum individuo ou conjunto de indivíduos que estejam acima da lei, independentemente da sua cor, raça ou religião”, refere Bruno Vitorino.

O deputado e presidente do PSD do distrito de Setúbal, Bruno Vitorino, considera que a violência desta madrugada contra a PSP no Bairro da Bela Vista, em Setúbal, é um “ataque ao estado de direito”.

“O Governo tem que dar um sinal concreto de apoio às forças de segurança, que tão maltratadas têm sido nos últimos anos. Falta de meios, falta de efetivos, instalações degradadas e a falta de autoridade, é a herança de uma governação refém de preconceitos extremistas”, diz o social-democrata.

Apesar de todas estas carências e dificuldades, Bruno Vitorino salienta o “esforço e o trabalho” dos homens e mulheres das forças de segurança na diminuição progressiva da criminalidade, na região, em especial da mais violenta, cujos números eram demasiado elevados e que levavam ao aumento do sentimento de insegurança das populações.

“Não se presta um bom serviço à democracia, quando se tenta confundir racismo e xenofobia com o cumprimento da ordem pública. As regras existem para serem cumpridas por todos, sem exceção. Não há nenhum individuo ou conjunto de indivíduos que estejam acima da lei, independentemente da sua cor, raça ou religião”, acrescenta.

Bruno Vitorino afirma ser “inconcebível que algumas entidades e partidos de extrema-esquerda, aproveitem o espaço mediático para adulterar situações cujos contornos não conhecem, somente a reboque de imagens parciais e que desta forma instiguem à desordem social e à desobediência às forças da autoridade”, criticando desta forma a SOS Racismo e o Bloco de Esquerda.

“Quem defende aqueles que todos os dias arriscam a sua vida para que possamos viver em segurança?”, questiona, manifestando “total solidariedade e apoio a todos os homens e mulheres das forças de segurança”.

O deputado do PSD diz que “felizmente” estes atos de violência não causaram vítimas, contudo “nunca se sabe o que poderá acontecer no futuro, se não forem tomadas as devidas precauções”, conclui.

Veja mais em ::::> ROSTOS

Actos de vandalismo mantêm Setúbal sob alerta

Por
Ana Martins Ventura
23/01/2019

Caixotes do lixo incendiados e danos em viaturas voltaram a marcar esta madrugada com actos de vandalismo em Setúbal, Cacém, Massamá, Queluz e Loures. A PSP de Setúbal mantém operacionais em alerta

O Comando Distrital da PSP de Setúbal confirma que, até ao momento, ainda não existem suspeitos identificados para os actos de vandalismo ocorridos na Bela Vista, durante a madrugada passada.

Após o arremesso de cocktails molotov que danificaram a fachada da esquadra da PSP no bairro da Bela Vista e uma viatura, na madrugada de terça-feira, esta noite foram incendiados 8 caixotes do lixo e outra viatura ficou danificada.

Em comunicado, a Direcção Nacional da PSP informa que, “a pronta intervenção conjugada dos polícias e dos bombeiros de várias corporações permitiu controlar todos os focos de incêndio e evitar males maiores”.

No momento, a PSP está a investigar estes casos em articulação com a Polícia Judiciária. Fonte próxima do Comando Distrital de Setúbal, informou O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO que, não está afastada a hipótese destas ocorrências estarem relacionadas com a manifestação realizada frente ao Ministério da Administração Interna, enquanto forma de protesto contra a acção policial no Bairro da Jamaica (Seixal). Em consequência, todos os operacionais estão em alerta.

Ocorrências semelhantes foram ainda registadas em Cacém, Massamá e Queluz, com 13 ecopontos e 1 caixote do lixo incendiados. E no concelho de Loures foram incendiados 3 caixotes do lixo. Também na zona da grande Lisboa não foram identificados suspeitos, até ao momento.

Perante o cenário de violência, perpetrado ao longo das duas últimas noites, a Direcção Nacional da PSP salienta, em comunicado, que “as acções criminosas relatadas constituem crimes de dano qualificado e incêndio que afectam diretamente o bem-estar e qualidade de vida das populações, e passíveis de ser punidos com pena de prisão, pelo que se apela a todos os cidadãos que denunciem imediatamente às autoridades todas as acções idênticas que presenciem ou de que tenham conhecimento, de forma a possibilitar a identificação e detenção dos suspeitos da prática dos crimes”.

Entretanto, em declarações a O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO, António Loura, Secretário Nacional, da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) afirma, “foi com agrado, enfim, que vi o Ministro da Administração Interna e o Presidente da República abordarem esta questão”.

Veja mais em::::> Diário da Região

Vereador do PSD em Setúbal vai enviar declarações de Mamadou Ba ao Ministério Público

23 jan 2019

O vereador do PSD na Câmara de Setúbal, Nuno Carvalho, vai enviar as declarações do assessor do BE, Mamadou Ba, sobre a PSP para o Ministério Público, para este avaliar se existe razão para um processo judicial, anunciou hoje o autarca.

“Enquanto assessor da Assembleia da República, penso que o senhor Mamadou Ba não deveria referir-se à PSP nestes termos e que deve ser escrutinado por isso. Decidi enviar as declarações que ele proferiu para o Ministério Público avaliar se existe razão para lhe instaurar um processo judicial”, disse à agência Lusa Nuno Carvalho.

“As declarações de Mamadou Ba, que utiliza a expressão `bosta da bófia´, são extremistas e inaceitáveis. Não há nenhuma comunidade em Portugal que se reveja nestas declarações”, justificou o autarca social-democrata.

O dirigente da SOS Racismo e assessor do BE Mamadou Ba publicou um texto na rede social Facebook em que fala da “violência policial” no bairro da Jamaica, no Seixal, e dos confrontos na segunda-feira em Lisboa, referindo-se à polícia como “a bosta da bófia”.

À Lusa, Nuno Carvalho anunciou ainda que vai propor hoje ao executivo camarário de Setúbal, de maioria CDU, a aprovação de uma moção de apoio à PSP e aos moradores do bairro da Bela Vista.

“Os moradores da Bela Vista também não se revêm nos atos de vandalismo que têm ocorrido nos últimos dois dias”, disse Nuno Carvalho.

Durante a última noite, os bombeiros foram chamados a combater oito focos de incêndio em caixotes do lixo e ecopontos do bairro da Bela Vista.

Hoje de manhã, cerca das 09:30, desconhecidos terão incendiado também o quadro elétrico das instalações do Grupo Desportivo Os Amarelos, perto do bairro da Bela Vista.

Em comunicado divulgado hoje, a PSP lembra que “as ações criminosas relatadas constituem crimes de dano qualificado e incêndio que afetam diretamente o bem-estar e qualidade de vida das populações, e passíveis de ser punidos com pena de prisão”.

Por isso, aquela força de segurança apela às pessoas para que “denunciem imediatamente às autoridades todas as ações idênticas que presenciem ou de que tenham conhecimento, de forma a possibilitar a identificação e detenção dos suspeitos da prática dos crimes”.

Num comunicado anterior, a PSP esclareceu que “nada indicia, até ao momento, que [estes incidentes] estejam associados à manifestação” de protesto contra uma intervenção policial no bairro da Jamaica, no Seixal (distrito de Setúbal), no domingo.

O Ministério Público abriu um inquérito aos incidentes no bairro da Jamaica e a PSP abriu um inquérito para “averiguação interna” sobre a “intervenção policial e todas as circunstâncias que a rodearam”.

Veja mais em :::::> SAPO24

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.