Category: Alcochete

Alcochete – Distribuição de pelouros aos vereadores

Representação institucional do município nas várias entidades.

Na reunião de 8 de novembro, a câmara municipal tomou conhecimento da distribuição de pelouros aos vereadores em exercício de funções a tempo inteiro e aprovou, por maioria, com a abstenção dos vereadores da CDU, a proposta de representação institucional do município de Alcochete nas várias entidades.

“A distribuição dos pelouros é da competência própria do presidente da câmara e foi feita de acordo com as competências curriculares e profissionais de cada um dos senhores vereadores”, disse a vice-presidente, Maria de Fátima Soares que, nesta sessão, presidiu à reunião.

Nos termos da Lei n.º 75/2013, o presidente da câmara procedeu à delegação de competências da seguinte forma:

PRESIDENTE DA CÂMARA – FERNANDO MANUEL GONÇALVES PINA PINTO

• Planeamento Estratégico e Coordenação Geral da Atividade Municipal
• Relações Externas e Internacionais
• Cooperação Intermunicipal
• Cooperação Autárquica
• Administração Financeira e Patrimonial
• Administração do Território
• Administração e Gestão de Recursos Humanos
• Proteção Civil e Segurança
• Desenvolvimento Económico e Empresarial
• Setor Jurídico
• Setor de Comunicação e Imagem

Representação Institucional do Município
• ADREPES – Associação de Desenvolvimento Rural da Península de Setúbal
• ERT – RL – Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa

VEREADORA – MARIA DE FÁTIMA MADURO GREGÓRIO SOARES
• Vice-Presidente da Câmara Municipal

• Coadjuvar o Senhor Presidente nas áreas da Proteção Civil e Segurança
• Setor Educação e Desenvolvimento Social (Incluindo a gestão dos recursos e equipamentos)
• Setor de Desporto
• Setor de Juventude e Movimento Associativo
• Setor Expediente Geral, Apoio aos Órgãos Autárquicos e ao Munícipe
• CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens

Representação Institucional do Município:
• Conselho de Administração da Fundação das Salinas do Samouco
• Direção da Fundação João Gonçalves Júnior
• Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Alcochete
• Comissão Pedagógica do Centro de Formação de Professores de Montijo e Alcochete – CENFORMA
• Presidência do Conselho Municipal de Educação
• Presidência do CLAS – Conselho Local de Ação Social do Município de Alcochete

VEREADOR – PEDRO SÉRGIO MARTINS FERREIRA LAVRADO

• Setor de Administração Urbanística
• Setor de Fiscalização
• Setor de Ambiente e Espaços Verdes
• Higiene Urbana
• Setor de Águas e Saneamento
• Setor de Obras Municipais e Rede Viária
• Mobilidade Urbana (Trânsito, Circulação e Estacionamento)
• Setor de Logística e Transportes

Representação Institucional do Município:
• SIMARSUL – Sistema Integrado Multimunicipal de Águas Residuais da Península de Setúbal
• AMARSUL – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos
• AIA – Assembleia Intermunicipal de Água da Região de Setúbal
• Associação Municípios da Região de Setúbal (AMRS)

VEREADOR – VASCO ANDRÉ MARQUES PINTO

• Cultura, Identidade Local e Turismo
• Setor de Modernização, Gestão de Sistemas e Tecnologias
• Setor Energético e Iluminação
• Setor de Saúde Pública

Representação Institucional do Município:
• Representação Institucional do Município no Conselho Cinegético

Fonte – CMA

Veja mais em ::::> Rostos

Junta de Freguesia de Alcochete sem executivo

03 de Novembro 2017

À terceira não foi de vez. Três tentativas e igual número de expectativas goradas em conseguir que houvesse fumo branco para constituição do novo executivo para a Junta de Freguesia de Alcochete. Para o próximo dia 14, pelas 21h00, está marcada nova reunião, tendo em vista a resolução do impasse.

A CDU foi a força mais votada, elegendo para a presidência do órgão Natacha Patinha, porém sem alcançar maioria absoluta. O resultado obriga a um entendimento com a oposição (PS e coligação CDS/PSD), mas quer a segunda força mais votada (PS) quer a coligação (CDS/PSD) têm rejeitado as propostas até ao momento apresentadas.

A presidente Natacha Patinha começou por propor um executivo composto por quatro elementos da CDU e um da oposição, o que foi prontamente rejeitado pelos elementos do PS e do CDS/PSD. Contrapôs a oposição, através do PS, com uma proposta de um executivo com dois elementos da CDU, dois do PS e um da coligação do CDS/PSD, que não foi aceite pela força mais votada.

Natacha Patinha viria ainda a apresentar uma solução que passava por três elementos da CDU e dois da oposição, proposta também ela recusada por PS e CDS/PSD.

Em causa está quem ficará em maioria no executivo da Junta, ponto de que não abdicam CDU nem a oposição.

Recorde-se que a CDU venceu a eleição para a Junta de Freguesia de Alcochete com 1.839 votos (32,40%), seguindo-se o PS com 1.818 (32,03%) e o CDS/PSD com 1.502 votos (26,42%), o que se traduziu no seguinte número de mandatos para a Assembleia de Freguesia: cinco da CDU, quatro do PS e quatro do CDS/PSD.

Veja mais em ::::> Diário da Região

Noite negra para o PCP, que perde 10 câmaras, incluindo Almada

Jerónimo de Sousa afirma que o resultado “não reduz a influência do PCP-PEV”.


Confrontado com a perda de várias Câmaras Municipais para os socialistas, Jerónimo de Sousa assumiu este domingo que poderão ser “nove ou dez”, mas o líder do PCP desdramatiza a situação. “Este resultado não reduz a influência do PCP-PEV”, afirmou o secretário-geral do PCP após já ser conhecido que os comunistas perderam oito Câmaras Municipais para o PS: Alandroal, Alcochete, Barreiro, Beja, Barrancos, Moura, Castro Verde e Constância. Entre estes estão bastiões históricos para o PCP. Na ponta final da noite eleitoral, surgiu uma surpresa muito amarga para os comunistas. A câmara de Almada, grande bastião comunista desde há décadas, caiu para a atriz Inês de Medeiros, do PS. Pelas 1h15, os dados oficias confirmaram que apenas 213 votos separaram Joaquim Judas, o presidente que procurava a eleição da candidata do PS. Um margem mínima, se tivermos em conta que ambos os candidatos reuniram mais de 20 mil votos cada. É já certo também que a Câmara de Peniche deixou de pertencer ao PCP. Os comunistas sofreram um quebra de 41,3% para 15,1%. Venceu o movimento independente liderado por Henrique Bertino, que rompeu com a CDU após vários anos como candidato nas listas comunistas. O PCP mostra-se assim afetado pela saída do histórico António José Correira, que atingiu o limite de três mandatos consecutivos à frente da autarquia.
Jerónimo de Sousa voltou a realçar a importância do partido que teve um “papel decisivo na derrota da coligação PSD/CDS”, frisando que o partido “mantém o compromisso único com os trabalhadores e com o povo português” e anunciando que quer ver alargados os direitos e liberdades dos cidadão – deixou já a ressalva que quer ver o aumento do salário mínimo nacional. Barreiro cai para o PS Outro bastião comunista que ruiu nesto noite eleitoral foi o Barreiro. O PS consegue uma vitória por margem mínima, mas afasta os comunistas da liderança de um município que há muito estava nas suas mãos. Pelas 1h16, ainda não eram conhecidos os números finais, mas a vitória do candidato socialista Frederico Rosa era certa. Derrota do PCP em Alcochete Uma das derrotas mais difíceis de digerir para o PCP é a registada em Alcochete. Os comunistas, que tinham ganho em 2013 com 54% dos votos, perderam agora o município para o PS por apenas 22 votos.O candidato socialista Fernando Pinto ganha as eleições com 947 votos (36.12%), roubando a câmara ao comunista José Luís Alfélua, até agora vice-presidente da Câmara. O PS fica 3 dos 5 vereadores, o PCP com 2. Participaram nas eleições 2622 dos 4370 registados, o que equivale a uma participação de 60%

Ler mais em:Correio da Manhã

Concurso prevê reforço de médicos de família na Península de Setúbal

Para a Península de Setúbal estão previstos mais de 50 médicos de medicina geral e familiar: 17 para o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Almada-Seixal, 18 para o ACES Arco Ribeirinho e 18 para o ACES Arrábida. Estas vagas, a serem preenchidas, vão permitir a atribuição de médico de família a mais cerca de 90 mil utentes.

O concurso para a contratação de recém-especialistas de Medicina Geral e Familiar já foi aberto. Das 218 vagas previstas para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), quase 25% são para a Península de Setúbal, o que permitirá aumentar o número de utentes com médico de família atribuído.
Para a Península de Setúbal estão previstos mais de 50 médicos de medicina geral e familiar: 17 para o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Almada-Seixal, 18 para o ACES Arco Ribeirinho e 18 para o ACES Arrábida. Estas vagas, a serem preenchidas, vão permitir a atribuição de médico de família a mais cerca de 90 mil utentes.
Este concurso dá continuidade ao compromisso assumido pela ARSLVT de melhorar a resposta assistencial aos utentes, garantindo o acesso a cuidados de saúde de qualidade, adequando os recursos disponíveis às necessidades em saúde. Este trabalho tem passado por reforçar, sempre que possível, o número de profissionais nas várias unidades. Destaca-se, por exemplo, o reforço feito recentemente no Centro de Saúde da Baixa da Banheira, com mais horas médicas.
O Aviso n.º 10362/2017 foi publicado no dia 11 de setembro em Diário da República e determina a abertura de um procedimento concursal nacional para o preenchimento de 290 postos de trabalho para a categoria de assistente, em medicina geral e familiar, em todo o país.
Na semana passada já tinha sido publicado em Diário da República o Despacho n.º 7810/2017, que identificava os serviços e estabelecimentos de saúde e respetivas unidades funcionais classificados como carenciados, na área de medicina geral e familiar, tendo em vista a abertura do concurso.

Veja mais em ::::> Rostos

Alcochete-Requalificação do Miradouro Amália Rodrigues

Com a intervenção no miradouro Amália Rodrigues, principal acesso ao centro de Alcochete, pretende a câmara municipal revitalizar uma das mais belas zonas de lazer e de estar da vila, que reúne as características de um privilegiado mirante, e prosseguir com o processo de regeneração urbana da frente ribeirinha.

A requalificação do miradouro Amália Rodrigues constitui uma operação integrada no âmbito das obras de reabilitação do espaço público previstas na Estratégia de Reabilitação da ARU do Núcleo Antigo de Alcochete e no PARU da vila de Alcochete e foi objeto de uma candidatura a fundos europeus estruturais de investimento no âmbito do Portugal 2020.

A empreitada tem o valor base de €351.439,36 e abrange uma área de 5 000 m2, integrando além do espaço do miradouro, a avenida dos Combatentes da Grande Guerra até à rua do Norte.

Da autoria de Sidónio Pardal, arquiteto responsável pelo arranjo paisagístico do Passeio do Tejo, o projeto de requalificação do miradouro assenta numa diferenciação em todo o espaço privilegiando a vista panorâmica sobre o Estuário do Tejo, contempla a implantação de uma escadaria informal e a criação de uma plataforma como zona de estadia, protegida do trânsito rodoviário, e ainda a construção de 2 mirantes sobrelevados e arborizados, que vão conferir uma singularidade ao local.

O desnível acentuado existente no local apresentou-se como um desafio para o arquiteto Sidónio Pardal pois “não permite a quem circula no passeio se deslumbre com a paisagem espantosa e a vista para o Tejo” e nesse sentido projetou o reperfilamento da via e a repavimentação dos arruamentos privilegiando a circulação pedonal numa ligação ao Passeio do Tejo, e em simultâneo a criação de “uma zona de estar que domina o campo panorâmico do rio e dá um sentido único e diferenciador, pois sem as palmeiras o miradouro ficou um sítio vazio e era preciso dar-lhe um conteúdo, criar um relvado e dois mirantes, um de cada lado que vão criar um efeito interessante”, sublinha o professor Sidónio Pardal.

O projeto paisagístico contempla ainda a plantação de árvores em caldeira, que vão assegurar sombra ao longo do miradouro, reforçando desta forma as funções de estadia e contemplação inerentes a toda esta zona.

Com esta intervenção a autarquia pretende revitalizar uma das áreas de estar de excelência, que ao longo dos anos foi bilhete-postal da vila de Alcochete e local de eleição da população e visitantes para fruição de momentos de lazer.

A câmara municipal vai dar início ao procedimento concursal relacionado com esta intervenção, cujo projeto de execução já foi aprovado, em reunião de câmara descentralizada na Junta de Freguesia de São Francisco, a de 29 de março último.

veja mais em :::> CM Alcochete

Costa defende arco ribeirinho do sul do Tejo como novo motor da Península de Setúbal


O primeiro-ministro defendeu hoje que o arco ribeirinho na margem sul do Tejo, englobando os municípios do Barreiro, Seixal e Almada, deve ser reabilitado economicamente e ambientalmente para se assumir como novo motor da Península de Setúbal. Esta posição foi assumida por António Costa no final de uma reunião de trabalho com os presidentes das câmaras do Barreiro, Carlos Humberto de Carvalho, do Seixal, Joaquim Santos, e de Almada, Joaquim Judas – todos eleitos pela CDU -, na qual também participaram em representação do Governo os ministros do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e do Mar, Ana Paula Vitorino. A manhã de António Costa e da comitiva do Governo começou com uma curta viagem de barco entre a estação portuária do Terreiro do Paço e a do Barreiro, tendo-se seguido uma reunião com os autarcas do chamado arco ribeirinho do Tejo, zona em que nas décadas de 60 e 70 do século passado floresceram grandes unidades industriais, mas cujos terrenos se encontram agora abandonados e, parte deles, contaminados.

Ler mais em: Correio da Manhã

Alcochete – Passeios gratuitos no Bote Leão durante festividades locais


Em Alcochete, durante as festas de São João, em junho, e as festas do Barrete Verde e das Salinas, em agosto, é possível passear de forma gratuita na embarcação tradicional Bote Leão.

Os dias 23 e 24 de junho e 12 e 14 de agosto são as datas disponíveis para realizar passeios gratuitos a bordo desta embarcação que, desde a sua inauguração (a 16 de junho do ano transato), tem sido um dos atrativos turísticos do Município de Alcochete.

Sendo também nas festividades locais que o Município regista mais afluência de visitantes e turistas, entendeu a câmara municipal dar continuidade ao calendário de passeios turísticos, uma proposta que mereceu unanimidade por parte do executivo municipal, no passado dia 7 de junho, em reunião de Câmara.

Veja mais em::::> CM Alcochete

Barreiro – Embaixador da Dinamarca visita ativos Baía do Tejo numa iniciativa conjunta de promoção Lisbon South Bay

A iniciativa consistiu numa visita e apresentação dos ativos da Baía do Tejo localizados nos territórios Lisbon South Bay ao Embaixador da Dinamarca em Portugal, Michael Suhr.

Não é a primeira vez que o embaixador se desloca aos territórios Lisbon South Bay, nomeadamente ao Barreiro, uma vez que empresas dinamarquesas têm manifestado interesse no processo do futuro terminal de contentores de Lisboa que mantém perspetiva de se vir a desenvolver no Barreiro.
Para além deste equipamento, cujo estudo de impacto ambiental se encontra em consulta pública, a visita pretendeu transmitir informação promocional sobre um conjunto alargado de ativos disponíveis nos Concelhos de Almada, Barreiro e Seixal.
Deu-se igualmente nota das capacidades e potencial de atração de investimento e da capacidade de acolhimento de empresas de diferentes áreas e setores de investimento.
A comitiva dinamarquesa foi acompanhada por representantes dos três municípios que constituem o projeto Lisbon South Bay, Almada, Barreiro e Seixal, nomeadamente pelo edil barreirense, Carlos Humberto, e pela administração da Baía do Tejo.
O programa constou de uma visita aos territórios e aos ativos que constituem o Projeto Arco Ribeirinho Sul / Lisbon South Bay (denominação para investidores e ações de captação de investimento no exterior) e incluiu visita o espaço designado para o projeto Water City, em Cacilhas, Almada, e aos Parques Empresariais da Baía do Tejo no Barreiro e no Seixal, onde, em conjunto laboram mais de 200 empresas.
Para além das abordagens aos ativos Baía do Tejo, houve também oportunidade para dar a conhecer o contexto específico e potencial de cada um dos concelhos envolvidos neste projeto de promoção comum que se desenvolveu entre a Baía do Tejo e os municípios de Almada, Barreiro e Seixal.

Veja mais em ::::> ROSTOS

Trinta e duas crianças assistidas em escola de Alcochete

Alunos têm entre 10 e 13 anos e estão a ser assistidos

Trinta e duas crianças da Escola Básica Rei D. Manuel I, em Alcochete, que se queixam de tonturas e dificuldades respiratórias, estão esta quarta-feira a ser assistidas por uma equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), informaram os bombeiros. Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, os bombeiros foram alertados às 14h41 para um problema com uma única criança, mas cerca das 16h10, o INEM já estavam monotorizar 17 crianças, com idades entre os 10 e os 13 anos, todas com os mesmos sintomas: tonturas e dificuldades respiratórias. Durante a tarde, surgiram novos casos aumentando para 32 crianças. As causas prováveis dos problemas de saúde detetados não foram ainda divulgadas. A agência Lusa tentou ouvir os responsáveis da escola, mas não foi possível estabelecer contacto. O CM sabe que pelo menos três crianças foram transportadas para o Hospital do Barreiro.

Ler mais em: Correio da Manhã

O “Setúbal na Rede” acabou ?

O fim de um pioneiro digital

Ao que tudo indica, o Jornal Digital “Setúbal na Rede” deixou de funcionar.
Nem comunicados, nem lamentos, nem informações….. nada.
Apenas imagem no site que diz:
“Fazia hoje 19 anos de vida…. Era jovem cheio de potencial mas acabou !!!!”
O primeiro jornal digital do Distrito de Setúbal , abandona assim a actividade de uma forma indigna do seu historial e da contribuição social que deu ao nosso Distrito.
Quem partilha? Quem comenta ? quem lamenta?
Ninguém !
O pioneiro da Informação na Internet, sai de cena e ninguém repara.
O que foi inovador foi ele próprio ultrapassado pela inovação.

Pedro Brinca – Director do Setúbal na Rede

Não posso aqui fazer um historial do “Setúbal na Rede” pois nunca estive ligado á Direcção.
Sou apenas um seguidor que acompanhou os 19 anos de vida do jornal e que reconhece no seu Director Pedro Brinca, uma pessoa seriamente empenhada e de um profissionalismo a toda a prova.
Espero que o espólio noticioso que guardaram ao longo de quase 2 décadas não se tenha perdido e que de alguma forma possa encontrar um caminho para continuar com o vosso projecto.
Desejo-vos as maiores felicidades.

Gabriel Quaresma
Março 2017

Veja mais em ::::> setubalnarede.pt

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.