Barreiro – Trabalhadores da Empresa Wash Clean Laundries Em vigília para não sair bens da empresa

8 de Novembro 2018 16.08 h

“Os trabalhadores da lavandaria Wash Clean, no Barreiro, encontra-se concentrados à porta da empresa para os bens não saírem, em causa está o pagamento de salários e o facto de o patrão ser proprietário de outras lavandarias e poder vir a tirar material, sem pagar a estes trabalhadores pelo trabalho efectuado”, refere um comunicado da União dos Sindicatos de Setúbal

Trabalhadores da Empresa Wash Clean Laundries Parque da Quimigal
Em vigília para não sair bens da empresa

Os trabalhadores da lavandaria Wash Clean no Barreiro encontra-se concentrados à porta da empresa para os bens não saírem, em causa está o pagamento de salários e o facto de o patrão ser proprietário de outras lavandarias e poder vir a tirar material, sem pagar a estes trabalhadores pelo trabalho efectuado, tudo isto num contexto em que existe pretensão de pagar parte de salário aos “Bochechos” e deixar os trabalhadores vinculados à empresa mas sem dinheiro e com situações difíceis e complicadas de resolução.

Ou seja ao efectuar o mesmo os trabalhadores estão impedidos de evocar salário em atraso, quando o patrão deve vários subsídios e o contrato não pode ser suspenso pois foi pago parte do salário ainda que mínima.

A União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN, exige que o presente Patrão e proprietário de outras lavandarias se comporte como deve de ser e não recorra a esquemas para prejudicar quem está em condições de vida difícil fruto da sua má gestão.

Fonte -Comissão Executiva da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.