Catarina Martins: “quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP”

O BE apontou esta quarta-feira à tarde o foco aos transportes públicos e aos riscos da sua concessão a privados.

BE
Lusa
Contra a concessão dos transportes públicos, o Bloco de Esquerda (BE) dedicou esta quarta-feira uma ação de campanha à viagem de metro entre Cacilhas e Corroios, considerando Catarina Martins que “quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP”.

O BE apontou esta quarta-feira à tarde o foco aos transportes públicos e aos riscos da sua concessão a privados, viajando até Almada para mostrar que o Metro do Sul Tejo “não é uma solução de mobilidade para a maioria das pessoas que vivem na margem Sul, mas é uma PPP [parceria público-privada] para privados, é uma das mais rentáveis”.

Antes iniciar a viagem de cerca de 20 minutos que liga Cacilhas a Corroios, Catarina Martins – acompanhada pela cabeça de lista por Setúbal, Joana Mortágua – disse aos jornalistas que “quem vive na margem Sul está farto de pagar PPP”, como no caso do metro e da Lusoponte.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.