Consolas de jogos e realidade virtual ajudam doentes a recuperar de AVC

DoencaCirculatoria2014
Um projeto de doutoramento que envolve o uso de consolas de jogos e computadores está a ajudar doentes vítimas de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) a recuperarem as capacidades motoras e cognitivas através da realidade virtual.

O projeto ‘NeuroRehab Lab’ está a ser desenvolvido no Instituto de Tecnologias Interativas da Universidade da Madeira (M-ITI) por Ana Lúcia Faria, e visa a utilização das novas tecnologias na reabilitação de doentes vítimas de AVC.

Ana Lúcia Faria explicou que as ferramentas interativas treinam a recuperação motora, por exemplo, “do braço afetado pelo AVC”, como também “tratam os défices de memória, linguagem, funções executivas e atenção”.

“Na reabilitação tradicional, temos uma repetição de movimentos e de tarefas com vista a melhorar a plasticidade cerebral. Através da realidade virtual vamos poder oferecer, não só em espaços clínicos, mas também em casa, as mesmas metodologias de reabilitação, mas através de ambientes de simulação de atividades de vida diária”, disse.

A investigadora acrescentou que esta metodologia “vai permitir que, após a alta, os doentes possam fazer uma melhor transferência daquilo que estiveram a treinar para o seu contexto de vida, como também vai permitir que continuem a fazer o seu treino em casa através de um computador”.

Veja mais em::::> Diário Digital

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.