Fernão Ferro – Condutora 3 dias perdida no mato

fferro

Uma mulher de 64 anos desorientou-se domingo na estrada entre Fernão Ferro e Sesimbra (onde reside) e levou o carro para uma estrada de terra batida no limite do concelho do Seixal. Perdida, acabou por abandonar a viatura e procurar ajuda a pé e à chuva. O filho deu o alerta para o desaparecimento e a mulher foi encontrada apenas no dia 11, três dias depois, confusa e em hipotermia no meio do mato denso.

Segundo apurou o CM junto de fontes policiais, a mulher não terá problemas cognitivos, apenas se “desorientou na condução, na zona da rotunda do Marco do Grilo, e acabou por entrar numa estrada de terra batida junto ao depósito de munições da Nato”, explicou uma das fontes. Com a chegada do fim do dia 8 (domingo), o filho deu conta do desaparecimento à GNR de Sesimbra. Mas não formalizou a queixa, fazendo-o apenas no dia seguinte à PSP.

Nesse dia 9 telefonou à GNR de Fernão Ferro, sabendo que a mãe deveria ter feito a estrada nacional que ali passa para Sesimbra. A GNR bateu terrenos e estradas e veio a encontrar no dia 10 o carro abandonado. Foram mobilizadas várias patrulhas e os Bombeiros do Seixal, que com holofotes vasculharam a zona até às quatro da madrugada de dia 11 (quarta-feira). Aflito, o filho foi ajuda ativa nas buscas.

Às oito da manhã, quando já estavam no local cães pisteiros da GNR prontos a entrar em ação, a mulher foi encontrada nas imediações. Estava em hipotermia (passou três dias e duas noites ao relento) e confusa. Foi assistida no hospital.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.