Category: Grândola

Setúbal é o distrito com mais mortes na estrada

5/11/2018

Morreram 422 pessoas nas estradas do País nos primeiros 10 meses do ano.

Nos primeiros 10 meses do ano, 422 pessoas perderam a vida em acidentes nas estradas portuguesas. Mais duas vítimas mortais comparadas com o mesmo período de 2017 (mais 50 do que em 2016). Números da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária revelam que o distrito de Setúbal é o mais sangrento do ranking. Nas estradas sadinas já morreram 61 pessoas, mais 15 do que em 2017. O aumento do número de mortes poderá ser explicado pelo crescente número de acidentes. Em 2017, as autoridades policiais registaram 106 986 acidentes de norte a sul do País. Este ano, e até 31 de outubro, esse número já ultrapassou os 109 mil (109 030). Setúbal aparece no topo da lista de vítimas mortais mas, contudo, está fora dos quatro distritos com mais acidentes. Em primeiro lugar encontra-se Lisboa, com 21 744 sinistros, dos quais resultaram 42 vítimas mortais. Segue-se o Porto com 19 603 acidentes, há a lamentar 46 mortos; Braga (9255 acidentes e 25 mortes); Faro (9180 acidentes e 28 mortes) e, por fim, Setúbal. Os números da ANSR continuam elevados quando se faz a contabilidade de feridos: 1739 pessoas sofreram ferimentos graves (1834 em 2017) e 33 742 apresentaram ferimentos ligeiros (34 488 no ano passado). Apenas três distritos revelam números inferiores a uma dezena, no que diz respeito a vítimas mortais. Portalegre registou cinco vítimas, seguindo-se Bragança e Viana do Castelo com seis cada.

Ler mais em:Correio da Manhã

Chama vai percorrer até Junho todos os concelhos do Distrito de Setúbal

CHAMA DA SOLIDARIEDADE CHEGA A GRÂNDOLA ESTA 4ª FEIRA


O Município de Grândola recebe na próxima quarta-feira, 10 de Janeiro, numa cerimónia que vai decorrer a partir das 10h no Cine Granadeiro Auditório Municipal, a “Chama da Solidariedade” objecto simbólico que pretende acarinhar e propagar os valores que unem as diferentes instituições de solidariedade no sentido de apelar ao espírito comunitário.

A “Chama da Solidariedade” vai ser entregue ao Presidente da Câmara Municipal de Grândola, António Figueira Mendes, pelo Presidente da Câmara Municipal de Santiago de Cacém, Álvaro Beijinha, num ato que conta com a presença do Presidente da União Distrital das IPSS de Setúbal, Fernando Sousa.

A “Chama da Solidariedade” permanece em Grândola até 24 de Janeiro, percorrendo diversas Instituições do concelho: Creche e Jardim de Infância, Associação Flor da Serra, Escuteiros, Paróquia, Casa do Povo de Azinheira de Barros, Casa do Povo de Melides, Cercigrândola, Centro Social do Carvalhal, Santa Casa da Misericórdia e AISGRA.

A iniciativa organizada pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal que começou a 8 de Setembro no Seixal, vai percorrer até Junho de 2018 todos os concelhos do Distrito de Setúbal, culminando com a realização da Festa da Solidariedade em Setúbal.

Veja mais em ::::> ROSTOS

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.