Hospital Garcia de Orta ampliado em 100 camas

Obras arrancam em julho do próximo ano, com criação de edifício para ambulatório e estacionamento subterrâneo

hospital

O Hospital Garcia de Orta, em Almada, vai para obras a partir de julho do próximo ano, num investimento de 15 milhões de euros, em que está prevista a instalação de mais 100 camas nos cuidados intensivos. No dia em que o hospital assinalou os 25 anos, o presidente do conselho de administração, Daniel Ferro, explicou que “a ampliação prevê a criação de um edifício para o ambulatório”. “A retirada do ambulatório do edifício central libertará espaço para 100 camas, que serão destinadas aos cuidados intensivos”, acrescentou. O novo edifício será erguido sobre o parque de estacionamento localizado mais a sul, que passará a ser subterrâneo. O Hospital Garcia de Orta está classificado como hospital central e a ele recorrem diariamente cinco mil doentes. Esta unidade com 545 camas serve uma população de 340 mil habitantes, e conta com 2500 funcionários. O crescimento demográfico dos concelhos de Almada e Seixal levou ontem o secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, a admitir que as instalações atuais “são insuficientes”. “O hospital conta com um problema crónico no tempo de internamento e com as Urgências sobrelotadas”, acrescentou Manuel Delgado. O presidente do conselho de administração do hospital explicou ainda que “as dificuldades existentes no internamento resultam de a unidade contar com um número limitado de camas”. Sobre as dificuldades nas Urgências, adiantou que, face ao aumento de casos de gripe, e “como medida de contingência”, foram instaladas mais 24 camas em contentores.

Ler mais em: Correio da Manhã

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.