Inês de Medeiros acusa os comunistas de má gestão das finanças do município

01 de Fevereiro 2018
Reportagem SIC

Autarca de Almada teve surpresas desagradáveis quando assumiu o cargo

Inês Medeiros foi eleita presidente da Câmara de Almada há precisamente quatro meses. Foi uma das surpresas da noite eleitoral, ao por fim a 41 anos de domínio comunista. No primeiro balanço, em exclusivo para a SIC, diz que teve surpresas desagradáveis quando assumiu a autarquia, nomeadamente com as contas.

CLICK AQUI PARA VER O VÍDEO

“A saúde financeira da Câmara de Almada não é aquilo que apregoam, eu não sei muito bem como é que seria mais um ou dois anos se não houvesse aqui um inverter radical da forma como isto estava a ser gerido.”

“Havia uma centena de trabalhadores cujo contrato era via uma empresa que tinha um contrato com a Câmara que terminava no dia 30 de Novembro….. era sempre apregoado que a Câmara de Almada não tinha precários mas contratou um empresa com contratos precários”
Inês de Medeiros não se compromete com o futuro na politica garante apenas que o que tiver que ser será.

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.