Mistério com gaivota na Caparica

Adolescente fotografou exemplar de uma gaivota-dominicana.

gaivota
A atenção de dezenas de biólogos e observadores de aves está, neste momento, focada na praia de S. João da Caparica, em Almada. Tudo graças à descoberta de Miguel Berkemeier, de 15 anos. O jovem estudante identificou e fotografou uma gaivota-dominicana, naquele que se acredita ser o quinto avistamento da espécie em toda a Europa. A ‘Larus dominicanus’ distingue-se pelo porte superior ao das gaivotas comuns, asas mais escuras e pelas patas esverdeadas. Foram estas as características que chamaram a atenção de Miguel, na semana passada. “Conhecia mais ou menos a espécie, fotografei-a, e foi um feliz acaso. Consegui a confirmação de outros observadores de aves”, disse ao CM o jovem, que pretende ser biólogo. O avistamento de gaivotas-dominicanas na Europa é “raríssimo”, explica Luís Costa, da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. A espécie é proveniente do hemisfério sul, com colónias no Chile e na África do Sul. “Os avistamentos mais a norte costumam ser nas latitudes da Namíbia e Angola”, sublinha.

Ler mais em: Correio da Manhã

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.