PSD acusa presidente da câmara do Montijo de esconder relatórios

montijo
Os autarcas do Partido Social-Democrata (PSD) do Montijo voltam a tecer críticas ao presidente da câmara municipal, Nuno Canta, acusando-o de “esconder os relatórios das entidades oficiais que regulam o sector das águas em Portugal”, nomeadamente da “Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR)”. O PSD, em comunicado, defende o “afastamento” da actual gestão dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS), que considera ter sido “escolhida por critérios partidários e não de competência”, apontando como alternativa a contratação de profissionais do sector que “vão custar seguramente ao erário público menos que os actuais quadros do Partido Socialista (PS)”.

Os social-democratas entendem que Nuno Canta “limita-se a executar pequenos actos de cosmética, agravando a situação financeira dos SMAS e o custo da água” e vão mais longe ao afirmarem que “a má gestão financeira e operacional criou um prejuízo de cerca de 250 mil euros, só em 2013”, arrastando os “serviços para uma situação de total insustentabilidade financeira”. O partido laranja garante que “os dois relatórios são de 2009 e 2010” e “recomendam aos SMAS profundas alterações nos procedimentos de cobrança, revelando que se cobra a mais o preço da água”, e que “a cobrança das águas residuais é abaixo do valor real”.

O PSD acrescenta que “a consequência é que os consumidores pagam um valor da água superior ao real” e os “SMAS estão a acumular sucessivos prejuízos”. Os autarcas do PSD lembram que “estes prejuízos podem ser maiores que o declarado em razão das contas dos SMAS não serem credíveis”, cujos vereadores viabilizaram a aprovação do novo tarifário da água e saneamento que entra em vigor já no próximo dia um. Não foi possível obter a reação do presidente da câmara do Montijo, por segundo informação prestada pelo gabinete da presidência, o edil se encontrar em reunião.
Veja mais em :::>Setúbal na Rede

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.