Setúbal: presidente do Vitória condenado a prisão

Fernando Oliveira era acusado de dívidas fiscais

vsetuval
O Tribunal de Setúbal condenou esta sexta-feira o presidente do Vitória de Setúbal, Fernando Oliveira, a três anos de prisão, com pena suspensa por três anos, devido ao não pagamento de dívidas fiscais.

Os outros dirigentes do clube que também eram arguidos no processo, Vitor Hugo Valente, António Aparício e Paulo Oliveira, este último filho de Fernando Oliveira, foram absolvidos, porque o tribunal acreditou na versão do presidente do clube, de que seria o único responsável pelos crimes praticados pela Sociedade Anónima Desportiva do Vitória de Setúbal.

Na leitura da sentença, o juiz que presidiu ao coletivo do Tribunal de Setúbal anunciou ainda uma pena de multa, para a Sociedade Anónima Desportiva do Vitória Futebol Clube, de 700 dias, a dez euros por dia.

Veja mais em ::::>Correio da Manhã

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.