Category: azeitão

Azeitão – Governo confrontado com queixas de poluição

23 de Outubro 2017

Partido Ecologista Os Verdes questionou o Executivo sobre caso que dura há anos.

A luta da população de Brejos de Azeitão, em Setúbal, pela deslocalização da empresa Carmona, que se dedica à gestão de resíduos perigosos, subiu de tom. Ontem, o grupo parlamentar do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) fez chegar à Assembleia da República questões para o Governo sobre a polémica, que se arrasta há já vários anos, em torno da emissão de poluentes tóxicos numa zona habitacional. No documento, dirigido ao Executivo liderado por António Costa, o PEV exige saber qual o ponto de situação do processo de transferência desta empresa para o Parque Empresarial da Sapec Bay, na Mitrena, também em Setúbal. O grupo parlamentar espera uma resposta do Governo no prazo de 30 dias. Quem ainda não obteve reposta foram os moradores que acreditam que o atraso na deslocalização da empresa para a zona industrial está a ser provocado pela tutela do Ambiente. “A empresa quer sair daqui. O inimigo é o ministério, que embarga o processo de mudança e diz que não há poluição. A medição de poluição é feita quando lhes convém”, afirma João Inácio, presidente da Associação Respirar, que foi constituída pela população. No mês passado, o CM esteve no local e os moradores garantem que, desde então, nada mudou. “Desde essa reportagem, já houve dias em que era impossível andar na rua com o cheiro. Era sair do carro e entrar em casa. Apresentamos queixas, mas ninguém faz nada”, critica também Cristina Ganhão, moradora.
O CM solicitou ontem esclarecimentos à Carmona, mas apesar dos pedidos não obteve qualquer resposta.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Rui Rio junta barões numa reunião em Azeitão

02.10.2017

Futuro candidato à liderança do PSD reúne grupo que inclui Manuela Ferreira Leite, Morais Sarmento e Ângelo Correia. Rio não avança sem Passos abrir o jogo, mas já está em contactos com os dirigentes da máquina laranja

Luis Costa Carvalho POR031009LCC-Rui Rio


Rui Rio rumou a sul esta segunda-feira, para uma reunião de alto nível dos barões com quem se tem aconselhado na preparação da sua candidatura à liderança do PSD. Ao que o Expresso apurou, o ex-autarca convidou para um encontro numa quinta de Azeitão um conjunto de conselheiros onde se contam Ângelo Correia, Nuno Morais Sarmento, Manuela Ferreira Leite, Feliciano Barreiras Duarte e José Eduardo Martins.

A agenda do encontro tem um ponto único: analisar a situação do PSD depois dos resultados de domingo e preparar todos os cenários para a candidatura de Rio à presidência do PSD. Conforme o Expresso noticiou em primeira mão, Rio já tem um núcleo-duro a trabalhar na sua candidatura há algum tempo, já tem um site pronto para a campanha interna e o anúncio de que é candidato está apenas à espera que Pedro Passos Coelho abra o jogo. Não está em causa se será ou não candidato – essa decisão já estava tomada antes das eleições autárquicas, mas o modo e o timing em que irá assumir a sua posição.
Anúncio de Passos surpreendeu

O antigo presidente da Invicta preparou o seu avanço no pressuposto de que iria enfrentar Passos Coelho, e no domingo foi surpreendido pela reação do ainda líder do PSD. Entre os colaboradores que Rio já havia na semana passada quem colocasse a hipótese de o resultado ser tão mau que Passos saísse do jogo, mas no domingo nem foi isso que aconteceu. Tanto quanto se sabe, o líder do PSD está ainda em reflexão sobre o seu futuro político (a reflexão “vai bem”, disse Passos esta segunda-feira). Depois deste anúncio, os colaboradores de Rio consideram previsível que Passos não se recandidate, mas qualquer que seja o cenário, a bola está do lado do ainda presidente. Só depois de Passos resolver o seu tabu Rio falará.

Veja mais em :::> EXPRESSO

Tuberculose alastra em colégio de Azeitão

Seis pessoas já foram infetadas com a doença. Outras 42 têm a bactéria em estado latente.

O surto de tuberculose no colégio Rumo ao Sucesso, em Azeitão (Setúbal), já atingiu 48 pessoas: seis estão infetadas com a doença e 42 em fase latente (têm a bactéria mas a doença não evoluiu), confirmou ontem a Direção-Geral da Saúde. Os infetados estão a ser tratados no Centro de Saúde de Vale do Cobro.

Há duas semanas, o CM noticiou a existência do surto de tuberculose com origem no colégio de ensino especial, mas só agora é que a DGS se pronunciou sobre o caso. “Já foram rastreadas as pessoas de maior risco e seguem-se agora as de risco menor”, explicou ao CM Raquel Duarte, da DGS. Entre funcionários e utentes, estão diariamente no colégio 250 pessoas: 80 foram rastreadas. A DGS considera que não há motivos para fechar o colégio.

Ao que o CM apurou, na base do contágio terá estado a deteção tardia da doença pelo aluno transmissor que, por ter necessidades especiais, terá tido dificuldade em exprimir os sintomas da tuberculose. Seguiu-se o contágio de outros alunos e de um professor. Várias fontes avançaram ao CM que até ontem não havia instruções para o uso de máscaras. A direção do colégio reagiu em comunicado, referindo apenas que está a colaborar com as autoridades.

Ler mais em: Correio da Manhã

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.