Tag: 2015

Município de Almada encerra 2015 com realização orçamental de 87,5% Ausência total de dívidas a fornecedores

almada

O Município de Almada – Câmara Municipal e Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) – fechou hoje, dia 30 de dezembro, pelas 17h, as Contas do Exercício de 2015 com uma taxa de execução orçamental de cerca de 87,5%.

Em 2015, o Município efetuou pagamentos na ordem dos 108 milhões de euros, cerca de 11 milhões de euros mais do que no final do ano anterior, representando um aumento superior a 11%.

No total, a receita do Município atingiu uma execução de 103% e a despesa uma execução de 87,5%.

Tal como em anos anteriores, o Município transitou de ano com saldo positivo e sem qualquer dívida vencida a fornecedores e/ou empreiteiros.

Estes resultados foram apurados num quadro desfavorável aos municípios portugueses, tendo em conta o contexto de crise económica e as políticas governamentais impostas às autarquias.

Os números são assim reflexo da dedicação e brio dos trabalhadores da Administração Pública Local e de uma gestão pública exigente, rigorosa e responsável, assegurando-se o apoio social às populações e a defesa do interesse público.

Fonte – CMA

2016 à volta do mundo

sydney

sydney


Cova da Piedade Missa do Galo 2015

Colégio do Vale apresenta DVD Sing the World no Feijó

feojo

O Colégio do Vale vai apresentar hoje, 17 de dezembro, o seu DVD “Sing the World”, de 2015-2016, com canções de Natal de todo o Mundo, em português, inglês, francês e espanhol. O DVD, que inclui o hino do colégio, são interpretadas por cerca de 350 alunos, do Jardim de Infância e dos 1º, 2º e 3º ciclos, por elementos da comunidade educativa e pelos pais que aderiram ao projeto.

A apresentação do trabalho realizado, terá início às 19 horas, num espectáculo no Complexo Municipal dos Desportos “Cidade de Almada”, Feijó.

Implementado no ano 2000 pela Clave de Soft – Música, Educação e Cultura, o projeto “Sing the World” estendeu-se já a outros países. Conta com a adesão de centenas de comunidades escolares em toda a União Europeia, envolvendo alunos, professores e pais na gravação, edição e lançamento de um DVD com canções de Natal, com especial relevo para a música tradicional do velho Continente.

Trata-se de um projeto que dá a conhecer a riqueza do património musical existente em todo o Mundo às crianças e jovens da Europa, convidando alunos, professores e pais de uma instituição educativa a participar nos ensaios, gravações e edição de um DVD com canções tradicionais dos quatro cantos do globo.

O Colégio do Vale procedeu ao longo deste período letivo às gravações do DVD, que se realizaram nas suas instalações, sob a coordenação dos professores de música Teresa Cláudio e João Novais, sendo os arranjos da autoria da Clave de Soft, responsável igualmente pelas gravações áudio e vídeo.

O “Sing the World” visa promover a identidade da instituição educativa, fomentando a partilha e a união da comunidade escolar e contribuir para a descoberta de um legado único no Mundo; a sua herança musical.

Veja mais em ::::> Cidade Informação

Maioria dos Deputados na Assembleia da República a favor da construção de um hospital no concelho do Seixal

Foto de Luis Miguel Martins / Camara Municipal do Seixal

A petição pública pela construção do hospital no Seixal e por melhores cuidados de saúde no concelho foi hoje discutida na Assembleia da República.

A Câmara Municipal do Seixal considera que este foi um passo importante, uma vez que a petição, com mais de 8 mil assinaturas foi hoje discutida na Assembleia da República, onde estiveram presentes os Presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal do Seixal, demais eleitos nos diversos órgãos do Poder Local no Concelho do Seixal e ainda cerca de 200 Munícipes do concelho.

A maioria dos deputados na Assembleia da República em particular os Grupos Parlamentares do PCP, BE, PEV e PS frisaram a importância da construção deste equipamento e alertaram para as necessidades que a população dos concelhos do Seixal, Almada e Sesimbra sentem todos os dias, provocadas pela falta de equipamentos de saúde no Distrito de Setúbal. Tendo assumido o compromisso de tudo fazerem para que o processo de Construção do Hospital no Concelho do Seixal seja retomado o quanto antes, face à carência de meios na Península de Setúbal.

Importa lembrar que as populações dos concelhos do Seixal, Almada e Sesimbra sentem cada vez mais dificuldades para aceder a cuidados de saúde diferenciados e que as condições da prestação de cuidados de saúde pelo Hospital Garcia de Orta se têm vindo a deteriorar, encontrando-se inúmeros serviços em situação de total rutura.

Os últimos dados oficiais conhecidos apontam para um défice de 1.302 camas hospitalares na Península de Setúbal (49% abaixo da média nacional), e para um défice de 714 médicos hospitalares (47% abaixo da média nacional).

O Hospital Garcia de Orta, desde que entrou em funcionamento, está subdimensionado para a população que abrange, tendo sido concebido para responder a cerca de 150 mil habitantes, embora hoje seja o hospital de referência direta para cerca de 400 mil habitantes, para além de ser o hospital de referência em muitas especialidades para todo o sul do País e ter ainda de dar resposta aos milhares de visitantes no período estival.

Diversos estudos identificaram carências na prestação de cuidados de saúde hospitalares às populações dos concelhos do Seixal, Almada e Sesimbra. Recorde-se que em 2007 foram encerrados os Serviços de Atendimento Permanente no Seixal e em Corroios, estando apenas a funcionar o de Amora, cujo período de funcionamento foi reduzido em 2011. Esta situação obriga à deslocação da população para o Hospital Garcia de Orta.

A construção do Hospital no Concelho do Seixal e de novos Centros de Saúde são cada vez mais necessários e tratam-se de investimentos ao nível da saúde e bem-estar das populações, que cabe ao Estado garantir de acordo com os princípios constitucionais consagrados. A Câmara Municipal relembra que a 26 de agosto de 2009 foi assinado o Acordo Estratégico entre a Autarquia do Seixal e o Ministério da Saúde e aberto o concurso público para a elaboração do projeto do Hospital no Seixal. Este equipamento deveria estar construído em 2012.

Veja mais em ::::> Setúbal na Rede

Providência cautelar tenta travar Transportes do Barreiro na Moita

A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) avançou com uma providência cautelar para travar o alargamento dos Transportes Coletivos do Barreiro (TCB) ao concelho da Moita, disse hoje à Lusa fonte oficial da empresa.

barreiro

“A TST, por entender que se trata de uma situação ilegal e não tendo sido ainda corrigida pelo município do Barreiro, viu-se forçada a apresentar uma providência cautelar, para salvaguarda dos seus direitos”, disse à Lusa fonte oficial da empresa.

A Transportes Coletivos do Barreiro é um serviço municipalizado da Câmara do Barreiro, que efetua carreiras rodoviárias em todo o concelho. As duas autarquias assinaram um protocolo que prevê que os Transportes Coletivos do Barreiro possam efetuar carreiras no concelho vizinho da Moita

Os TCB vão passar a servir a Baixa da Banheira, zona central de Alhos Vedros e Vale da Amoreira, incluindo a zona da escola, com duas carreiras em circulação.

“A contestação da TST baseia-se no facto de a empresa entender que os seus legítimos interesses são gravemente afetados pela extensão ilegal e não autorizada pela Entidade Reguladora ao concelho da Moita das carreiras dos TCB”, acrescentou a mesma fonte.

Rui Lopo, vereador da Câmara do Barreiro com responsabilidades nos TCB, confirmou que a autarquia já foi notificada da providência cautelar e explicou que os municípios de Barreiro e Moita vão responder.

“Já fomos notificados. A providência cautelar tem um caráter suspensivo do ato praticado até ao momento, que foi a assinatura do protocolo. Em conjunto com a autarquia da Moita, estamos a preparar a resposta”, disse em declarações à Lusa.

O autarca referiu que as autarquias estão confiantes que têm razão, explicando que o novo regime jurídico dos transportes possibilita o alargamento.

“Temos a garantia dos nossos consultores jurídicos que temos razão, mas vamos responder e depois esperar pela decisão do tribunal. Mesmo que o caráter suspensivo seja levantado, vamos depois aguardar pela entrada da ação principal e só depois dar os próximos passo”, referiu.

Rui Lopo admitiu que a ação dos TST pode atrasar a entrada em funcionamento das carreiras dos TCB no concelho vizinho da Moita, que estavam previstas ainda para o mês de dezembro, mas acredita que tal possa acontecer no início de 2016.

Veja mais em :::> Jornal da Região

Seixal – Gravação apanha docente

Ficheiro áudio capta professora a intimidar alunas.

seixal
Depois de saber que os pais de alunos da turma F do 6º ano a que dá aulas fizeram queixa, em outubro, à direção da Escola Básica 2,3 da Cruz de Pau, Seixal, a professora de Inglês acusada de “aterrorizar os alunos” intimidou pelo menos duas das menores na sala de aula. Episódio que foi captado em áudio durante uma aula, gravação a que o CM teve acesso. A docente está a ser alvo de um processo disciplinar.

“Pais com dor de cotovelo inventaram determinadas coisas”; “tenho um recadozinho para dar à aluna F. e V. porque esteve cá uma das mães, porque agora entram na escola e na sala como e quando querem”; “V., espero que tenhas vergonha tendo em conta o que me fizeste e o que disseste em casa”– são alguns dos comentários que a professora fez na sala de aula. Seguiram-se momentos de riso e gozo de outros alunos contra as menores. Foi um destes episódios que levou uma das visadas, aluna do ensino especial integrada na turma, a sofrer um ataque de pânico. Os pais querem agora usar as gravações para provar as denúncias feitas.

Após a notícia revelada pelo CM, esta aluna foi esta quinta-feira perseguida num dos intervalos das aulas, o que levou a PSP a ser chamada à escola. “Um grupo de alunos mais velhos rodeou a minha filha e começou a meter-se e a gozar com ela, que teve de fugir, a chorar, e sofreu mais um ataque de pânico”, denunciou Vera Sousa, mãe da aluna do ensino especial.

“A professora mete música kizomba nas aulas, obriga os miúdos a dançarem e coloca as mãos dos rapazes nas zonas íntimas das meninas, ameaça-os e persegue-os”, refere a mesma mãe. Pelo menos 10 pais fizeram queixas na escola e ao Ministério da Educação, que está a investigar.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Almada: sequestra e rouba à saída dos comboios

Ladrão tinha sido libertado pelo tribunal mas voltou a ser preso.

psp

Um jovem de 20 anos foi sequestrado e roubado por um homem armado com uma faca à saída da estação do Pragal, em Almada.

O ladrão, que tinha sido preso pela PSP há pouco mais de um mês e libertado pelo tribunal por crimes idênticos, voltou a ser detido por elementos da Divisão de Investigação Criminal da PSP de Almada. Agora ficou em preventiva.

O caso ocorreu ao final da tarde de quinta-feira. A vítima foi ameaçada pelo ladrão, que a obrigou a entregar os bens de valor, entre eles um telemóvel avaliado em 700 euros.

Não contente, sequestrou o jovem durante meia hora, obrigando-o a dirigir-se a um multibanco no Monte de Caparica, onde o forçou a levantar o dinheiro que tinha – 60 euros.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Monte de Caparica – Pais agridem-se à porta da escola

Alunos envolveram-se em cenas de violência.

monte
A confusão instalou-se na segunda-feira, ao final da manhã, na Escola Básica Integrada do Monte de Caparica, em Almada, quando dois alunos se envolveram em agressões físicas violentas. Tudo aconteceu antes da pausa para almoço. Quando os estudantes regressaram para o horário da tarde levavam os pais. E aí instalou-se nova confusão junto ao portão da escola, envolvendo os adultos.

Um jovem de 14 anos foi levado para o Hospital Garcia de Orta. Apresentava um golpe na cabeça. A GNR foi chamada ao local – o primeiro alerta foi dado a uma patrulha da Escola Segura.

Segundo uma encarregada de educação, que não quis identificar-se, várias pessoas tentaram travar a atuação dos militares. Segundo a mãe de uma aluna de 10 anos houve mesmo o arremesso de pedras contra os militares, uma situação que não foi confirmada pela GNR. O CM tentou contactar a direção da escola para obter um esclarecimento, mas tal não foi possível até à hora de fecho desta edição. Os pais queixam-se de que são frequentes os casos de violência naquela escola.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

O Natal à volta do Mundo


Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.