Tag: 2020

Concurso para novo operador de transporte rodoviário na Área Metropolitana atrasou mas está de pé

Por Humberto Lameiras 15/05/2020

Candidatos ao novo serviço de transportes públicos colocaram mais de 800 questões à AML. Respostas chegam dentro de dias

O concurso internacional para aquisição do serviço público de transporte rodoviário de passageiros na Área Metropolitana de Lisboa (AML), apresentado em Fevereiro último, tem adiado prazos, mas continua activo.

A pandemia instalada nos últimos dois meses obrigou a ajustar metodologias de trabalho, o que teve influência neste adiamento, mas também a obrigatoriedade dos técnicos da AML de responderem às mais de 800 questões levantadas por potencias candidatos, contribuiu para o mesmo.

“O concurso vai para a frente”, garante Carlos Humberto, 1.º secretário da AML, que aponta como última data de referência para submissão de propostas o dia 24 de Maio. Uma data que tem sido empurrada depois de ter sido estabelecido como limite para a submissão de pedidos de esclarecimentos erros e omissões o dia 3 de Abril de 2020, devendo as propostas serem submetidas até 28 de Abril, também deste ano.

Entretanto, foi publicada a Lei n.º 1-A/2020, de 19 de Março, que apontava para adiamento de concursos devido à pandemia Covid-19. O mesmo diploma veio em seguida a ser clarificado com a publicação da Lei n.º 4-A/2020, de 6 de Abril de 2020, que decidiu que esta data limite transitava para 24 de Maio.

Mas é dado como certo que a mesma data é mesmo indicativa, como diz Carlos Humberto. “nem todas as mais de 800 questões colocadas sobre o concurso tiveram ainda resposta; mas assim será dentro de poucos dias”.

Depois de receberem os esclarecimentos solicitados à AML, os candidatos têm 75 dias para apresentarem propostas. A isto segue-se a análise das mesmas pelo júri, a audiência dos interessados, a deliberação da Comissão Executiva Metropolitana de Lisboa e, por último, o visto do Tribunal de Contas, sendo que alguns destes passos não têm um prazo definido.

Veja mais em ::::> o Setúbalense

Testes a profissionais de lares de idosos arrancam em Setúbal e Palmela

Por Mário Rui Sobral 28/04/2020

Em Setúbal começaram ontem a ser testados oito lares. Em Palmela começam amanhã

Os testes de rastreio à Covid-19 a profissionais de lares de idosos, planeados para toda a Área Metropolitana de Lisboa (AML), tiveram início ontem em oito lares do concelho de Setúbal. No concelho de Palmela começam amanhã e até ao fim desta semana espera-se que, em toda a margem sul do Tejo, sejam realizados 250 testes por dia a profissionais de lares.

Realizados nas instituições sociais, em Setúbal e Palmela os testes aos funcionários são monitorizados por técnicos da Faculdade de Ciências, do Instituto Superior Técnico e do Instituto de Medicina Molecular, à semelhança do que também será aplicado em todos concelhos da AML.

Tal como em Setúbal, no concelho de Palmela a realização dos testes de rastreio é ainda antecedida de visitas técnicas aos equipamentos por técnicos do Serviço Municipal de Proteção Civil, da Segurança Social e da Autoridade de Saúde Pública.

Estas visitas permitem avaliar planos de contingência das instituições e a preparação dos profissionais, para a eventualidade de se registar um caso positivo na instituição.

Medidas que vêm responder às expectativas avançadas na passada semana pelo presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Amaro.

No decorrer deste processo, em toda a AML vão ser testados oito mil profissionais de lares de idosos e serviços de apoio domiciliário, com uma capacidade instalada de 500 testes por dia, entre as duas margens do Tejo. No entanto, esta capacidade pode aumentar com o envolvimento do Instituto Politécnico de Setúbal e da Fundação Champalimaud.

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, já confirmou que espera testar, numa primeira fase, todos os funcionários das estruturas residenciais para pessoas idosas e dos serviços de apoio domiciliário da península de Setúbal, onde ainda não houve qualquer registo de casos de infecção por Covid-19.

 Alentejo conclui testes até ao fim de Maio

O Alentejo vai concluir até ao final de Maio os testes à Covid-19 em todos os lares de idosos da região, assegurou o secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches.

O Governante, responsável pela coordenação da execução do estado de emergência nessa região, avançou à agência Lusa que no Litoral Alentejano “foi fechado o entendimento com a comunidade intermunicipal e os testes também já estão em início”. E no Baixo Alentejo (distrito de Beja], no domingo, os testes preventivos em lares começaram a ser realizados no concelho de Serpa.

“No Alentejo Central [distrito de Évora], já se realizaram mais de 1 300 testes e no norte alentejano [distrito de Portalegre] mais de 2 000, através da Unidade Local de Saúde e da Segurança Social”, disse.

Questionado sobre se os testes preventivos avançaram tarde, o secretário de Estado respondeu que “estaremos sempre a correr atrás do tempo, porque nunca, nem o mundo, nem a Europa, nem o país, estavam preparados para este tipo de pandemia”.

Com Ana Martins Ventura e Lusa

veja mais em :::::> O Setúbalense

Autoridades continuam a fiscalizar saída para Ponte 25 de Abril

As autoridades continuam este domingo a fiscalizar as saídas no sentido de Lisboa para Almada, no acesso à Ponte 25 de Abril.

Por Carmo Torres -Abril 5, 2020

As autoridades continuam este domingo a fiscalizar as saídas no sentido norte-sul, de Lisboa para Almada, no acesso à Ponte 25 de Abril, conforme imagem da Lusoponte, que mostra as barreiras ja colocadas.

Trata-se de uma nova ação de sensibilização e fiscalização rodoviária realizada pela PSP para garantir que as restrições impostas pelo estado de emergência sejam cumpridas.

A PSP e a GNR estão a realizar desde sexta-feira a operação ‘Recolhimento‘, que irá decorrer até dia 8 de Abril.

vEJA MAIS EM :::::>Diário do Distrito

Almada – Hino da ACADEMIA – Versão Quarentena

27 de Março 2020
Hino da Academia Almadense – versão Quarentena!

Hino da AIRFA – Versão Quarentena

Hino da Academia Almadense – versão Quarentena!A nossa Banda não quis falhar a tradição de tocar o Hino no início do dia de Aniversário da Academia (27Mar), desta vez em versão "teletrabalho", adaptada à actual realidade mundial! 🎶A ideia e concepção do vídeo é da autoria do maestro Francisco Pinto, que deixa a seguinte mensagem:"Na impossibilidade da nossa Banda estar presente no hastear da bandeira da Academia Almadense gostaria de, em meu nome e em nome da Banda, desejar a todos os sócios, simpatizantes, atletas, músicos e dirigentes, felicitações pelos 125 anos da nossa grande Academia! Este ano, que é simbólico pela data que representa, começou de uma forma inesperada, mas isto não é como começa, mas sim como superamos as dificuldades. Um grande abraço"digital" a todos os académicos."PARABÉNS ACADEMIA – 125 ANOS! 🎉#airfa125

Publicado por Banda Academia Almadense em Quinta-feira, 26 de março de 2020

A nossa Banda não quis falhar a tradição de tocar o Hino no início do dia de Aniversário da Academia (27Mar), desta vez em versão “teletrabalho”, adaptada à actual realidade mundial!

A ideia e concepção do vídeo é da autoria do maestro Francisco Pinto, que deixa a seguinte mensagem:
“Na impossibilidade da nossa Banda estar presente no hastear da bandeira da Academia Almadense gostaria de, em meu nome e em nome da Banda, desejar a todos os sócios, simpatizantes, atletas, músicos e dirigentes, felicitações pelos 125 anos da nossa grande Academia! Este ano, que é simbólico pela data que representa, começou de uma forma inesperada, mas isto não é como começa, mas sim como superamos as dificuldades. Um grande abraço”digital” a todos os académicos.”

PARABÉNS ACADEMIA – 125 ANOS!

airfa125

veja mais em ::::> AIRFA

Oficina de Almada imprime viseiras de proteção em 3D contra a covid-19

27 de Março 2020

Uma associação almadense está a imprimir material de proteção para profissionais de saúde. As primeiras viseiras já seguiram para o Hospital Garcia de Orta.

Nas últimas semanas, o tempo de descanso tem sido escasso. “Ontem estive até as cinco da manhã a imprimir os suportes para as viseiras de proteção”, conta ao ALMADENSE João Catarino, responsável da Oficina D’Almada Makerplace. Há vários dias que se dedica em exclusivo à impressão em 3D de material que poderá estar em falta nos hospitais.

Começou por fazer ganchos para aliviar as orelhas devido aos elásticos das máscaras. Esta semana colocou as três impressoras 3D que tem a produzir suportes de viseiras de proteção. Mas para concluir o produto precisava de folhas de acetato transparentes, filamento e elásticos. Lançou o apelo nas redes sociais e rapidamente recebeu várias doações de material, que lhe deram ânimo para “continuar a lutar”, conta João Catarino. De Setúbal, chegou ainda um voluntário, disposto a ajudar com o trabalho junto das impressoras.

Em poucos dias, admite que conseguiu produzir “mais do que em seis meses”. Além disso, a iniciativa solidária ainda trouxe à associação um reconhecimento inesperado. Com a oficina em falência técnica e as despesas a acumularem-se, conseguiu o apoio de uma empresa com uma vertente solidária, que deverá permitir-lhe continuar a produzir.

Entretanto, os primeiros materiais de proteção já seguiram para o Hospital Garcia de Orta e poderão ser utilizadas pelos profissionais de saúde, que nas últimas semanas têm estado na primeira linha do combate à covid-19.

Iniciativa de âmbito nacional

A ideia partiu do Movimento Maker Portugal e depressa se estendeu a vários pontos do país. “Consiste em criar, melhorar, alterar, imprimir ou cortar a laser peças que sabíamos que iriam faltar nos hospitais, a exemplo do que aconteceu em Itália”, explica o responsável pela oficina de criação sedeada em Almada. Neste momento, há pelo menos “umas boas centenas de proprietários de impressoras 3D a imprimir as várias versões de suportes de viseiras. Umas poderão vir a ser descartáveis, outras reutilizadas”, conta. Mas também há quem esteja a “desenvolver máquinas para utilização de ventiladores manuais”, na esperança de que possam ser utilizados em caso de falha dos existentes. O objetivo é que “os médicos não tenham de escolher entre quem vive ou quem vai para casa morrer”.

veja mais em ::::> ALMADENSE

Covid-19 | Hospital do Barreiro com primeira vítima mortal na região

Por Mário Rui Sobral 23/03/2020

A primeira vítima mortal por Covid-19 em unidades hospitalares da região foi registada esta manhã no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro.

A informação foi avançada a O SETUBALENSE por fonte hospitalar.

Até ao momento não foi ainda possível apurar outros dados.

Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, em declarações a O SETUBALENSE, apenas confirma que teve conhecimento da informação por via oficiosa, estando a aguardar pela comunicação das entidades competentes de saúde.

“Sabemos dessa informação em termos oficiosos. Nada nos foi ainda comunicado em termos oficiais. Não sabemos, portanto, quem ou de onde é a vítima”, disse o autarca.

Fonte ::::> O Setubalense

Ministério da Educação esclarece – São extemporâneas quaisquer afirmações sobre avaliação final do terceiro período

A prioridade durante estas duas semanas, antes das férias da Páscoa, tem sido estabelecer mecanismos não presenciais com os alunos, tendo especial relevo o arrancar deste processo e a especial atenção aos alunos em situação de maior vulnerabilidade.

O Ministério da Educação esclarece que são extemporâneas e meramente conjeturais quaisquer afirmações sobre a avaliação final do terceiro período. A prioridade durante estas duas semanas, antes das férias da Páscoa, tem sido estabelecer mecanismos não presenciais com os alunos, tendo especial relevo o arrancar deste processo e a especial atenção aos alunos em situação de maior vulnerabilidade.

O Ministério da Educação continua a trabalhar proativamente para que este tempo de exceção decorra com a responsabilidade necessária, minimizando os impactos necessariamente existentes para todos numa situação como a que vivemos.

veja mais em ::::> JORNAL ROSTOS

Autoeuropa suspende produção à meia-noite

15 de Março 2020

Palmela, 11/02/2011 – Autoeuropa Volkswagem Trabalhadores na linha de montagem ( João Girão / Global Imagens ) Autoeuropa Volkswagem Autoeuropa Volkswagem

A Autoeuropa vai parar a produção a partir da meia-noite. Os dois primeiros turnos de segunda-feira foram cancelados pela unidade fabril de Palmela, numa decisão comunicada este domingo aos trabalhadores.

A confirmação foi dada ao JN pela Comissão Coordenadora de Comissões de Trabalhadores do Parque Industrial da Autoeuropa.

Daniel Bernardino, porta-voz, desconhece as razões para a decisão conhecida pouco depois das 18 horas de domingo.

O JN entrou em contacto com fonte oficial da Autoeuropa, que por agora decidiu não comentar o assunto, deixando para esta segunda feira qualquer comunicação.

Ao que foi possível apurar, na sexta-feira foi comunicado aos trabalhadores que as carrinhas Sharan e Alhambra iam deixar de ser produzidas a partir de segunda. Medida tomada na sequência da previsível diminuição da mão-de-obra na fábrica de Palmela, já que os trabalhadores teriam de ficar em casa com os filhos devido ao encerramento das escolas.

No sábado, entraram novas equipas na linha de produção durante o turno da tarde e, volvidas 24 horas, a fábrica decidiu suspender totalmente a produção nos primeiros dois turnos de segunda-feira, dia em que a administração vai reunir.

Veja mais em :::> Jornal de Notícias

Covid-19: Câmara de Setúbal fecha museus, salas de espetáculos e piscinas

NEWSINSETÚBAL 11/03/2020 às 08:34

A autarquia suspendeu as atividades nos vários equipamentos públicos até ao dia 25 de março, quarta-feira.

Câmara Municipal de Setúbal anunciou num comunicado partilhado na página de Facebook do munícipio que vai fechar os equipamentos municipais públicos para prevenir a propagação do novo Coronavírus até ao dia 25 de março, quarta-feira. 

As salas de espetáculos do Fórum Municipal Luísa Todi, Cinema Charlot — Auditório Municipal, museus e equipamentos desportivos incluindo pavilhões e piscinas vão ter assim as suas atividades suspensas. 

Na publicação, a autarquia informou ainda que “a decisão camarária foi tomada em respeito pelas várias recomendações e orientações emitidas pela Direção-Geral de Saúde sobre esta matéria, ainda que não sejam conhecidos, até esta data, quaisquer casos de contaminação com este vírus”. 

A Câmara Municipal de Setúbal também anunciou que já tem um Plano de Contingência Interno para enfrentar possíveis ameaças do Covid-19. O plano é composto por três fases: monitorização, alerta e recuperação.

De acordo com o documento, a presidente do executivo Maria das Dores Meira deve declarar o estado de alerta e ordenar a execução das ações previstas, caso se registe o primeiro caso de infeção entre os funcionários da autarquia. Nesta situação são antecipadas medidas para reduzir o contágio, como horários de trabalho desfasados, recurso ao teletrabalho e o reforço da limpeza nas instalações.

VEJA MAIS EM ::::>NEWSINSETÚBAL

Hospital Garcia de Orta cria área exclusiva para casos suspeitos de COVID-19

Por Carmo Torres -Março 9, 2020

O Hospital Garcia de Orta tem a partir desta segunda-feira, 9 de março, uma área específica para os casos suspeitos que surjam na triagem do Serviço de Urgência no âmbito do Coronavírus19.

O Hospital Garcia de Orta tem a partir desta segunda-feira, 9 de março, uma área específica para os casos suspeitos que surjam na triagem do Serviço de Urgência no âmbito do Plano de Contingência para Infeções Emergentes: Novo Coronavírus19.

O espaço era até aqui reservado aos utentes triados com senhas verdes e azuis, denominado SUVA.

A decisão vem no seguimento de outras medidas já tomadas, nomeadamente em relação às visitas hospitalares.

Diariamente, no Hospital Garcia de Orta, cada doente tem direito à visita de UMA pessoa, que poderá ficar em permanência durante todo o horário de visita.

O Hospital apela ainda à população da sua área de abrangência que utilize os diversos meios audiovisuais para contactar com os familiares e amigos internados.

Por uma questão de precaução, aconselha-se ainda a população em geral que, antes de recorrer ao Serviço de Urgência do Hospital Garcia de Orta deve contactar, inicial e preferencialmente, a linha SNS 24 – 808 24 24 24 8 ou o seu Centro de Saúde.

Veja mais em ::::>Diário do Distrito

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.