Tag: almada

Almada – Alfeite Novo navio da Marinha NRP Sines entrou pela primeira vez na Base Naval de Lisboa

06/08/2018

Na manhã deste sábado atracou pela primeira vez na Base Naval de Lisboa, no Alfeite, o mais recente navio da Marinha Portuguesa, o NRP Sines.

O navio largou de Viana do Castelo, onde foi construído, na quinta-feira e após a chegada à Base Naval prepara-se agora para iniciar o seu plano de treino operacional, uma fase exigente e fundamental para os navios e guarnições.

No cais a guarnição do NRP Sines tinha à sua espera o Comandante Naval, Vice-Almirante Gouveia e Melo, camaradas, amigos, familiares e até um grupo de jovens escuteiros que não quiseram perder este importante momento para a Marinha e para o navio, a entrada e a primeira atracação do NRP Sines.

O NRP Sines, que foi aumentado ao efetivo dos navios da Marinha no dia 6 de julho, é o terceiro navio da classe “Viana do Castelo”, todos construídos em Portugal. O NRP Sines junta-se assim ao NRP Viana do Castelo e NRP Figueira da Foz, atualmente no ativo. O navio é comandado pela capitão-tenente Mónica Martins e tem uma guarnição de 44 elementos.

Veja mais em ::::> ROSTOS

Lixo acumulado deixa munícipes de Almada indignados

Contentores de várias zonas do concelho estão cheios e por limpar há vários dias.

Há vários dias que os contentores no concelho de Almada estão cheios de lixo. Ao lado dos caixotes, são vários os sacos que se acumulam e até mobiliário danificado. O aglomerado de entulho e a recolha deficiente por parte da câmara está a indignar os moradores. “Isto é ridículo, até junto aos ecopontos, que exigem uma recolha seletiva, há lixo indiferenciado”, denunciou ao CM um morador, alertando que o caso representa “perigo para a saúde pública” devido à falta de higiene e aos animais que se vão juntando na lixeira. A situação implica ainda que “muitas vezes a circulação pedonal seja feita fora do passeio porque não há espaço com tanto entulho”. O município de Almada tem uma frota com 23 viaturas destinadas à recolha do lixo, mas destas apenas cinco estão operacionais. Ao CM a autarquia admite “dificuldades na recolha de resíduos”, mas garante que é uma situação “excecional”. A Câmara justifica o problema com o facto de a frota herdada pelo antigo Executivo se encontrar “notoriamente obsoleta e a necessitar de ser renovada, resultando numa ocorrência anómala de avarias”.

Ler mais em: Correio da Manhã

Turistas invadiram submarino abandonado em Almada e filmaram a aventura

02 de Junho 2018

Um holandês e um belga que costumam dormir em locais abandonados por toda a Europa decidiram passar uma noite num submarino abandonado em Almada. Conseguiram e até filmaram a “invasão”.

Não há grandes detalhes sobre a forma como o fizeram, mas certo é que os dois homens conseguiram entrar nas antigas instalações da Lisnave, na Margueira, em Almada, onde a embarcação estava atracada, e dormir, por uma noite, no interior. Registaram tudo em vídeo, em inícios de abril, mas só publicaram no YouTube.

A primeira tentativa foi sem sucesso, mas, à segunda, depois de comprarem alguns mantimentos, vestiram uns calções de banho e entraram na água. Nadaram uns metros e chegaram ao submarino, percebendo que a porta, à prova de água e com uma entrada apertada, estava aberta. Enquanto entravam, tiveram de guardar as lanternas porque estava a passar por perto um navio da Marinha, mas que não os viu.

Quando entraram no submarino, Delfim, os dois homens depararam-se com jogos de cartas e de tabuleiro, diários de bordo, máquinas, televisões, radares e muitos cabos – um cenário que os colocou no ambiente de quem está em missões em alto-mar diariamente.

A noite foi passada nos beliches da sala de torpedos. Na manhã seguinte, depois de cerca de 12 horas dentro da embarcação, Bob e o amigo foram embora sem que ninguém os tivesse visto.

Segurança e vigilância

​​​​A segurança e vigilância das embarcações abatidas é garantida pela Marinha, sendo que as instalações da Margueira são um espaço privado que pertence à Câmara Municipal de Almada.

O caso poderá, por isso, ser considerado uma intrusão e, logo, um crime.

Para Bob, de 32 anos, este risco não o faz mudar de ideias. Não é o primeiro local abandonado que visita, pois há 11 anos que viaja pelo mundo a fotografar e filmar locais “sem dono”, tendo já passado por 55 países em quatro continentes. Nestas visitas, Bob costuma levar sempre companhia, desta vez, foi um amigo belga de 26 anos, que trabalha na instalação de sistemas de aquecimento.

Delfim, um submarino ao serviço da Armada portuguesa desde 1969

Tem nome de pessoa, mas é um dos quatro submarinos da classe Albacora. Em setembro de 1968, foi, pela primeira vez, lançado ao mar, em Nantes, França. No ano seguinte, entrou ao serviço da Armada portuguesa.

Com 896 toneladas, 57,78 metros de comprimento e composto por dois motores elétricos e dois geradores a diesel, o Delfim navegou 44.307 horas, 30.743 em imersão no Atlântico e no Mediterrâneo.

Em dezembro de 2005, o submarino da Marinha portuguesa fez a sua última viagem, do Cais de Sesimbra até à base naval do Alfeite. Na altura, os planos seriam ter a embarcação atracada até 2010, quando seria entregue à Câmara Municipal de Viana do Castelo e transformado num espaço turístico de visita, mas isso não chegou a acontecer.

O submarino acabou por permanecer no estaleiro da Lisnave na Margueira, desativado desde 31 de dezembro de 2000 e onde estão as embarcações desativadas da Marinha.

Entre as missões do Delfim, destacam-se as da Guerra Fria (1989) e exercícios nacionais e da Aliança Atlântica (NATO). Nos últimos anos, dedicou-se, principalmente, a ações de vigilância, recolha de informações estratégicas para o Estado e apoio avançado à Força Naval.

Em setembro de 2006, foi desarmado e, em agosto de 2010, abatido e, por isso, não tem agora valor militar para a Marinha, sendo apenas de interesse para o público.

Habitualmente, após o desarmamento, este tipo de embarcações tem um de três destinos: ser desmantelado, usado como polo museológico ou afundado para criar um recife.

Veja m,ais em ::::> Jornal de Notícias

Câmara de Almada oferece vales de 500 euros a funcionários

Por Débora Carvalho|10.07.18

Autarquia gasta mais de 17 mil euros na compra de vouchers a agência de viagens.

A Câmara Municipal de Almada vai oferecer vouchers utilizáveis em viagens aos 40 funcionários que atingem este ano os 25 anos de serviço. Durante anos os trabalhadores foram presenteados com relógios de ouro, mas o executivo socialista, liderado pela atriz Inês de Medeiros, optou este ano por dar uma ajuda nas férias, através da oferta de ‘vales’ de 500 euros. Trata-se de um negócio de 17 mil euros, no qual a câmara contou com um ‘desconto’ da operadora (cada voucher saiu a 450 euros). O contrato, feito por ajuste direto e publicado na página dos contratos públicos no dia 4 deste mês, tem um valor global de 17 550 euros, já com IVA incluído. “Os vouchers respeitam à oferta simbólica que é atribuída anualmente pela câmara em forma de homenagem aos trabalhadores que completam 25 anos de serviço à autarquia, por ocasião do Dia da Cidade, 24 de junho”, referiu ao CM fonte oficial da autarquia. O gabinete de Inês de Medeiros justificou ainda a decisão de acabar com a atribuição de um relógio de ouro. “O objetivo é proporcionar uma experiência mais estimulante, de bem-estar e lazer, procurando contribuir assim para a sua valorização pessoal e permanente”, explicou a mesma fonte. Para além da oferta de um voucher, os trabalhadores vão receber uma medalha.

Ler mais em: Correio da Manhã

Centro Comunitário PIA II vence Marchas Populares 2018 em Almada

A Marcha do Centro Comunitário PIA II conquistou o primeiro prémio, depois da final realizada a 30 de junho, no Complexo Municipal dos Desportos «Cidade de Almada», no Feijó.

A Marcha do Centro Comunitário PIA II foi a grande vencedora do concurso de Marchas Populares de Almada 2018, conquistando também os Prémios “Avenida”, “Coreografia” e “Musicalidade”.

O segundo lugar foi atribuído à Marcha da Charneca de Caparica, que arrecadou ainda o Prémio “Figurino”.

Na terceira posição ficou a Marcha do Beira Mar de Almada.

Este ano, concorreram oito marchas, na sua maioria constituídas por jovens marchantes.

Classificação Geral:
1º lugar – Centro Comunitário PIA II
2º lugar – Marcha da Charneca de Caparica
3º Lugar – Marcha do Beira Mar de Almada
4º Lugar – Marcha Popular da Costa da Caparica
5º Lugar – Marcha da Rua 15
5ª Lugar – ex-aequo – Marcha Al-Madan
6º Lugar – Marcha do Pragal
7º Lugar – Marcha da Capa Rica

Prémios Específicos:
Avenida – Centro Comunitário PIA II
Coreografia – Centro Comunitário PIA II
Cenografia – Marcha da Rua 15
Figurino – Marcha da Charneca de Caparica
Letra – Marcha do Pragal
Musicalidade – Centro Comunitário PIA II

Fonte : CMA

CDS-PP Almada – Partido visita o Canil da Aroeira

O Canil gerido pela Associação dos Amigos dos Animais da Aroeira, recebeu a visita da comitiva do CDS-PP nas suas instalações da Aroeira – Charneca da Caparica.

O CDS-PP testemunhou na prática o excelente trabalho e empenho que os responsáveis pelo canil tal como os voluntários fazem diariamente no mesmo num trabalho meritório e com muita dedicação aos animais.

Não obstante toda essa entrega e dedicação aos animais, nunca é demais lembrar as dificuldades com que se depara o canil da Aroeira.
Situações como falta de esterilização das cadelas, a falta de melhores condições apesar de todo o trabalho feito pelos responsáveis para que nada falte e ainda lidar com o abandono de animais frequentemente, é para a equipa de trabalho deste espaço, uma tarefa árdua, mas ao mesmo tempo muito motivante e cheia de objectivos.

Sara Machado Gomes, Presidente do CDS-PP Almada. realça o facto positivo de haver tanto voluntariado disposto a ajudar os animais tal como ficou impressionada com a quantidade de ofertas em comida que são doadas pela população em geral para alimento dos animais.
Na mesma visita este também presente a Juventude Popular de Almada, através do presidente da estrutura local, José Coutinho.

O CDS-PP, depois do Canll da Aroeira, em breve agendará um visita ao Canil Municipal.

O CDS-PP Almada

Veja mais em :::< Distrito on-line

Fonte da Telha : Vento atira parapente contra falésia


Um homem, de 58 anos, sofreu ferimentos graves após o parapente que pilotava ter sido empurrado pelo vento contra uma falésia, na praia da Fonte da Telha, Almada. A vítima sofreu ferimentos no tórax e ainda está em estado grave no Hospital Garcia de Orta. O alerta soou às 12h45 e dava conta de um acidente com um parapente. Quando os socorristas chegaram ao local, depararam-se com a vítima ferida e presa numa falésia com cerca de 40 metros. “A vítima estava a 5 metros do topo da arriba e a nossa equipa de salvamento em grande ângulo teve de içá-la”, contou ao CM Jorge Paulo, 2º comandante dos bombeiros de Cacilhas. No local estiveram 17 operacionais, entre bombeiros, GNR, Proteção Civil e INEM, com sete viaturas.

Ler mais em: Correio da Manhã

Inaugurado Mercado Gourmet em Almada

No dia 22 de junho que o concelho de Almada ganhou uma nova centralidade nas lides gastronómicas com a abertura do Mercado da Romeira. São 12 espaços de restauração, dos hambúrgueres artesanais, ao pão de lenha, sumos e cervejas.

Diversidade não vai faltar à mesa dos 12 espaços de restauração instalados no Mercado da Romeira, uma infraestrutura à beira Tejo, na Cova da Piedade, que foi alvo de uma intervenção com vista a tornar-se uma nova centralidade gastronómica.

O espaço já foi casa integrada numa propriedade com 300 hectares (Quinta Real do Alfeite) onde o Rei D. Carlos I caçava e a Rainha D. Amélia ia a banhos. Agora, este verão de 2018, o Mercado da Romeira é de oferta democrática, onde não vão faltam os hambúrgueres de mão artesanal, tapas e petiscos, sushi, marisco, peixe, pão alentejano cozido em forno de lenha, sumos, crepes e gelados.

Diversidade não vai faltar à mesa dos 12 espaços de restauração instalados no Mercado da Romeira, uma infraestrutura à beira Tejo, na Cova da Piedade, que foi alvo de uma intervenção com vista a tornar-se uma nova centralidade gastronómica.

O espaço já foi casa integrada numa propriedade com 300 hectares (Quinta Real do Alfeite) onde o Rei D. Carlos I caçava e a Rainha D. Amélia ia a banhos. Agora, este verão de 2018, o Mercado da Romeira é de oferta democrática, onde não vão faltam os hambúrgueres de mão artesanal, tapas e petiscos, sushi, marisco, peixe, pão alentejano cozido em forno de lenha, sumos, crepes e gelados.

Veja mais em ::::> Mercado da Romeira

e ::::> LIFESTYLE

Veja mais fotos em ::::> Almada 2018

Em Almada foi noite de S. João

23 de Junho 2018
Cacilhas

veja mais fotos em ::::> #Almada2018

O Dia das Crianças n´O Sol da Caparica é a 19 de Agosto!

Um bilhete com preço simbólico e uma viagem mega divertida por 24 paragens repletas de emoções é o que espera a criançada – e respetivas famílias – no domingo, dia 19 de agosto. Dia pensado especialmente para que os mais novos se sintam no topo do mundo. Um carrossel de alegria! Três super Espetáculos! Recebidos com um passaporte que deverão carimbar a cada nova paragem num mundo de sonhos e brincadeira, os mais miúdos e os graúdos, poderão depois assistir aos espetáculos especiais de Rita Guerra, que vai cantar sucessos da Disney, entoar As Canções da Maria, com a Maria Vasconcelos, e aprender coisas incríveis com o Manuel Paulo e o João Monge, dois conhecidos nomes do universo da música – do Trovante à Ala dos Namorados – que vão estrear um novo conceito no palco d’O Sol da Caparica: O Pátio das Cantigas. Um pátio repleto de grandes cantigas para os filhos e para os pais! Manuel Paulo revela-nos que esta era uma ideia que acalentava há muito e que neste universo de canções para crianças tem por referência, por exemplo, alguns exercícios antigos de Chico Buarque: “sempre me apeteceu fazer isto e o João Monge consegue escrever maravilhosamente sobre coisas comuns. Há um fio condutor nestas histórias que começam na tenra idade, passam pelo primeiro amor pueril e terminam na ida ao primeiro concerto de rock”, revela Manuel Paulo. A voz será de Inês Sousa e em palco haverá mais algumas surpresas que ainda se estão a desenhar, promete o músico. A conferir dentro de pouco tempo! A Disney, pela voz de Rita Guerra, vai ao Sol da Caparica Quanto a Rita Guerra, ela é um dos mais sérios casos de sucesso do nosso país e as suas excecionais qualidades artísticas fizeram dela a escolha perfeita da Disney Portugal para dar voz a alguns dos maiores sucessos de filmes que a todos apaixonam: “A Bela e o Monstro”e o “Cavaleiro Andante”, que cantou com Beto, são ótimos exemplos dos temas que todos vão poder aplaudir. O direito a ser feliz com As Canções da Maria! Finalmente, não nos podemos esquecer do fenómeno autêntico que são “As Canções da Maria”, um espetáculo divertido de Maria Vasconcelos carregado de temas educativos e divertidos que ajudam os mais pequenos a serem felizes e a aprenderem enquanto crescem. O Artista és Tu! Sobe ao palco e mostra o teu talento! Na bateria, na dança ou no microfone e quem sabe, o futuro da musica nacional fará a sua estreia n´O Sol da Caparica! N’ O Sol da Caparica as crianças não são só o melhor do mundo, são também o que há de mais importante. E por isso mesmo este dia foi planeado até ao mais ínfimo detalhe para que todos possam viver as suas fantasias em plena segurança. Um recinto repleto de aventura com 24 pontos de animação, a explorar durante o dia inteiro! Aquário Virtual CMIA! Que sejas bem-vindo ao fundo do mar virtual onde muito há para ver! Visita, explora e claro, aprende muito com o bonito aquário virtual no edifício CMIA e sua magnífica exposição “Almada Atlântica”! Uma verdadeira experiência para toda a família! O Sol da Caparica apoia o Caparica Downwind 2018! O muito aguardado regresso do Caparica Downwind é já este fim de semana a 2 e 3 de junho pelas 11horas. Estão assim reunidas as condições para a grande prova que agrega o SUP – Windsurf – Kitesurf, o início na Praia de S. João até à Praia da Nova Vaga. A não perder este espetáculo de ondas! Breves destaques dos nossos artistas: Tiago Nacarato estreia novo single “A Dança” https://www.youtube.com/watch?v=e9U_ppMlhoI Miguel Araújo prepara-se para lançar “28 noites ao vivo nos Coliseus” “a meias” com outro grande cantautor português e bastante conhecido do Sol da Caparica António Zambujo. O disco tem a sua estreia a 8 de Junho! Em Agosto Miguel Araújo estará no Sol da Caparica !

Ler mais em: Correio da Manhã

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.