Tag: Bispo

Papa nomeou José Ornelas Carvalho para bispo de Setúbal

O papa nomeou, para bispo da Diocese de Setúbal, José Ornelas Carvalho, de 61 anos, ex-superior geral dos Dehonianos, que sucede a Gilberto Reis, após este ter renunciado devido à idade, anunciou hoje a Agência Ecclesia.

Ornelas-preaching-2013

A Ecclesia cita a Nunciatura Apostólica (embaixada da Santa Sé) em Lisboa, referindo que o bispo eleito nasceu a 05 de janeiro de 1954, no Porto da Cruz (Madeira), tendo feito a formação religiosa na Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos).

José Ornelas Carvalho foi ordenado padre a 09 de agosto de 1981, na terra onde nasceu.

Especialista em Ciências Bíblicas, com o grau de doutor em Teologia Bíblica pela Universidade Católica Portuguesa, foi docente daquela instituição entre 1983-1992 e 1997-2003.

Na sua congregação, o novo bispo foi superior da Província Portuguesa, cargo que assumiu a 01 de julho de 2000, e foi eleito Superior Geral dos Dehonianos a 27 de maio de 2003, função que desempenhou até 06 de junho de 2015.

Gilberto Reis, bispo de Setúbal desde 1998, completou 75 anos de idade a 27 de maio e, de acordo com o Direito Canónico, apresentou a renúncia ao serviço episcopal, que o papa Francisco aceitou hoje, ao nomear o seu sucessor, afirma a Ecclesia.

A Diocese de Setúbal foi criada há 40 anos, através da bula (documento oficial) “Studentes Nos”, por Paulo VI, e o primeiro bispo foi Manuel Martins, que desempenhou funções entre 1975 e 1998.

Veja mais em ::::> Jornal de Notícias

Bispo de Setúbal avisa para pobreza na região

bisposetubal

Bispo apelou para a necessidade de a sociedade ser menos egoísta e individualista.

D. Gilberto Reis participou em almoço solidário para 200 pessoas carenciadas

Bispo de Setúbal avisa para pobreza na região

Bispo apelou para a necessidade de a sociedade ser menos egoísta e individualista.

O bispo de Setúbal, D. Gilberto Reis, alertou ontem para o aumento de casos de pobreza na região, durante um almoço oferecido a perto de 200 pessoas carenciadas por um empresário da restauração.

“Setúbal não foge à regra e a cada passo vão surgindo situações novas de pessoas que encontram dificuldades e pedem ajuda. Mas também sinto que mesmo as pessoas mais simples procuram estar atentas aos outros e sentir os problemas dos outros como deles. Claro que numa situação de crise, como a que estamos a viver, nada chega, como quando há um incêndio nada chega para apagar o fogo”, afirmou ao CM o bispo, que participou num almoço oferecido por António Tavares, dono do restaurante Pé Nu, em S. João da Caparica, Almada

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.