Tag: Bruno Vitorino

PSD acusa câmaras do distrito de cobrarem IMI demasiado elevado

2017-12-19 23:50:27

O presidente da distrital de Setúbal e deputado do PSD, Bruno Vitorino, acusa as Câmaras Municipais da região de aplicarem as taxas máximas do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) aos munícipes e em troca prestarem apenas os serviços mínimos.

Numa nota de imprensa divulgada esta terça-feira, o social-democrata refere que «vivemos num distrito onde o PS e o PCP cobram as taxas de IMI mais altas do país, mas que depois falham nos serviços básicos, como é o arranjo de passeios, a reparação de estradas, a limpeza dos espaços públicos, na recolha do lixo».

O presidente da distrital falava duranta a IV Reunião Geral de Autarcas Social Democratas da região, que decorreu no sábado em Palmela.

«No entanto, existem casos de autarquias que cobram também taxas elevadas de IMI, mas o valor que os cidadãos pagam é aplicado no melhoramento do concelho e da qualidade de vida das populações. Parece que para PS e PCP ter casa própria é crime, tendo em conta o castigo que é aplicado aos munícipes, a terem que pagar impostos elevadíssimos».

Veja mais em ::::> Diário do Distrito

Bruno Vitorino reafirma que «quem ganha governa»

PSD ao aceitar pelouros reafirma disponibilidade para trabalhar pelo Barreiro


“Mas quem ganha sem maioria absoluta tem que dialogar. O PSD não é, nem nunca foi, adversário do Barreiro. Recusamos sempre políticas de terra queimada. Pretendemos sim trabalhar pelo concelho. Por isso sempre estivemos disponíveis para aceitar pelouros, desde que também sejam dadas condições para trabalhar nessas áreas”, afirma Bruno Vitorino.

O presidente do PSD Barreiro e vereador na Câmara Municipal, Bruno Vitorino, diz que os eleitos social-democratas “estão hoje, como sempre estiveram, disponíveis para trabalhar pelo Barreiro e para os barreirenses”.
Bruno Vitorino reafirma que “quem ganha governa”, respeitando os resultados eleitorais e a vontade dos barreirenses.
“Mas quem ganha sem maioria absoluta tem que dialogar. O PSD não é, nem nunca foi, adversário do Barreiro. Recusamos sempre políticas de terra queimada. Pretendemos sim trabalhar pelo concelho. Por isso sempre estivemos disponíveis para aceitar pelouros, desde que também sejam dadas condições para trabalhar nessas áreas”, afirma.
Contudo, garante que “não passa cheques em branco”, pois os mesmos que deram a maioria ao PS na autarquia, também votaram no PSD para estar no executivo a fiscalizar a atividade da Câmara Municipal.
“Estamos disponíveis para trabalhar, mas não deixaremos de ser uma oposição forte, mas construtiva, uma voz atenta aos problemas do Concelho”, sublinha.

Bruno Vitorino diz ainda querer clarificar que “não há acordos nem coligação, mas sim a procura de pontes, diálogo e entendimento”, dando como exemplo a disponibilidade do PSD para integrar os executivos das juntas de freguesias.
O social-democrata informa que se disponibilizou para trabalhar num conjunto de áreas para as quais entendia que o seu contributo ajudaria o concelho, como as atividades económicas, turismo, ação social, desporto, sustentabilidade ambiental, entre outras. “As áreas que aceitámos foram aquelas que o presidente da CMB entendeu propor, e que eu aceitei. Como sabem decorre da lei ser essa uma competência do presidente”.

Por último, Bruno Vitorino afirmou que não vai “deixar cair” aquilo que foram as suas propostas eleitorais. “Muitas destas propostas voltarão a ser apresentadas. Esperamos, em diálogo, que algumas possam vir a ser aceites. O PS ganhou, mas não teve maioria absoluta, por isso terá que dialogar. Nós estamos disponíveis para dialogar, por isso esperamos que o PS também esteja”.

Fonte – PSD

Veja mais em ::::> ROSTOS

Terminal Contentores que destrói o potencial do Barreiro Bruno Vitorino está contra novo projeto


O candidato do PSD à Câmara Municipal do Barreiro, Bruno Vitorino, exige que Governo e a autarquia esclareçam onde foram buscar um novo projeto para a instalação do Terminal de Contentores que destrói o potencial da zona ribeirinha do Barreiro.
O social-democrata pretende saber porque foi abandonado o projeto anterior que previa que o terminal fosse instalado exclusivamente em área industrial.

“Este projeto nunca tinha sido apresentado à população. É muito estranho o facto de somente agora, em fase de consulta pública, o mesmo surja, uma vez que alterou totalmente o projeto inicial que tinha sido discutido e que sempre teve em cima da mesa”, sublinha.
Bruno Vitorino defende a realização de uma sessão pública urgente sobre a instalação do Terminal de Contentores no Barreiro, para que a população possa ser “cabalmente esclarecida” sobre os contornos da alteração ao projeto.
O social-democrata quer que o Governo e Câmara Municipal do Barreiro prestem informações sobre este assunto, numa iniciativa a realizar brevemente.
Bruno Vitorino diz mesmo que as imagens desse novo projeto são “absurdas” pois assim iria “arruinar completamente um dos pontos estratégicos do Barreiro, que é a Avenida da Praia e a sua vista para o rio, bem como todo o seu potencial turístico. O que é importante é compatibilizar as diferentes atividades económicas, algo que sempre esteve previsto”.
“Espero que isto não seja uma manobra de diversão do Governo, para intoxicar a opinião pública, colocando a população contra o terminal de contentores, e justificando desta forma a não concretização do projeto. Será esse o objetivo?” questiona.

Veja mais em ::::> ROSTOS

PS fugiu ao debate sobre Arsenal do Alfeite

bruno-vitorino-acusa
Os candidatos pela Coligação Portugal à Frente pelo círculo de Setúbal, Bruno Vitorino e Nuno Magalhães, acusam o Partido Socialista de ter fugido ao debate sobre o Arsenal do Alfeite, realizado há uma semana, «evitando ser confrontado sobre as políticas que levaram à descapitalização e ao desinvestimento naquela empresa, bem como à política ruinosa do PS na área da reparação e construção naval, nomeadamente em Viana do Castelo».

Neste debate, organizado pela Casa de Pessoal do Arsenal do Alfeite, Bruno Vitorino e Nuno Magalhães lamentam que, numa altura que deveria servir para clarificar ideias e esclarecer os pontos de vista de cada força política, o PS «tenha fugido deliberadamente do confronto de ideias».

Segundo os candidatos, o governo PSD/CDS-PP está a reverter a situação deixada pelos governos do PS, reinvestindo na modernização do Arsenal do Alfeite.

«O PS em 2010 desviou 17 milhões do Arsenal do Alfeite para aos estaleiros navais de Viana do Castelo. Com isto descapitalizou o Arsenal e não resolveu os problemas em Viana do Castelo, cujos prejuízos acumulados eram a superiores a 250 milhões de euros», recorda Bruno Vitorino.

Nuno Magalhães sublinha que «este governo definiu uma estratégia através do estudo do professor Augusto Mateus, tendo já devolvido 3,2 milhões de euros ao Arsenal do Alfeite, que vão permitir iniciar um conjunto de investimentos de modernização para tornar a empresa mais competitiva».

«A formação vai ser retomada e já foi autorizada a contratação de 63 novos trabalhadores para que não se perca a excelência do know-how dos trabalhadores do Alfeite», reforça Bruno Vitorino.

De salientar que na semana passada Pedro Passos Coelho visitou as instalações do Arsenal do Alfeite, reiterando a importância que o estaleiro tem para o sector e para os interesses estratégicos nacionais.

Veja mais em ::::> Setúbal na Rede

Arco Ribeirinho Sul tema de reunião com secretário de Estado do Desenvolvimento Regional

arco

Presidente da distrital de Setúbal do PSD, Bruno Vitorino, reuniu com o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Castro Almeida, para abordar a definição de um novo modelo de desenvolvimento para o projeto Arco Ribeirinho Sul.

O presidente da distrital de Setúbal defende a importância de se definir um novo plano estratégico para os antigos territórios industriais da Margueira (Almada), Siderurgia Nacional (Seixal) e Quimiparque (Barreiro).

Bruno Vitorino reúne com secretário de Estado do Desenvolvimento Regional com Arco Ribeirinho Sul em cima da mesa

O deputado do PSD e presidente da distrital de Setúbal, Bruno Vitorino, reuniu com o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Castro Almeida, para abordar a definição de um novo modelo de desenvolvimento para o projeto Arco Ribeirinho Sul.

Bruno Vitorino defende a importância de se definir um novo plano estratégico para os antigos territórios industriais da Margueira (Almada), Siderurgia Nacional (Seixal) e Quimiparque (Barreiro), assente em novas realidades e em novos pressupostos, projetos exequíveis que garantam a sua efetiva concretização.

O deputado social-democrata procurou sensibilizar o governante para a necessidade de existir uma ação concertada entre vários ministérios e organismos, no sentido de se estudar um novo modelo que se adeque às novas realidades nacionais, assente na captação de investimento e atração de empresas.

Bruno Vitorino vai ainda reunir com a ministra das Finanças, com o ministro do Ambiente e com o presidente da CCDR-LVT.

Veja mais em ::::> ROSTOS

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.