Tag: Charneca de Caparica

CURPIC responde à SIC em reunião de Câmara

“Na CURPIC há muito amor não duvidem”

“Eu sou a ex-autarca do PCP que foi objeto de uma peça caluniosa da SIC sobre mim e a CURPIC”Maria Rosário Quintas na Reunião Pública Ordinária da CM Almada em 20 de Janeiro 2020“A CM Almada tem de ser das principais parceiras das Instituições”

Publicado por Almada 2020 em Terça-feira, 21 de janeiro de 2020

“Eu sou a ex-autarca do PCP que foi objeto de uma peça caluniosa da SIC sobre mim e a CURPI”
Maria Rosário Quintas na Reunião Pública Ordinária da CM Almada em 20 de Janeiro 2020
“A CM Almada tem de ser das principais parceiras das Instituições”
“Na CURPIC há muito amor não duvidem”

Comunicado CDU Sobre a peça da SIC acerca da CURPIC em Almada

18 de Janeiro 2020

No passado dia 14, no Jornal da Noite, coube à SIC alimentar a campanha de suspeição, calúnia e insulto contra o PCP através de uma peça apresentada sob a forma de suposta investigação jornalística.

Atropelando qualquer mínimo ético, a SIC criou uma encenação para diabolizar uma “ex-autarca e militante” do PCP e a gestão CDU na Câmara Municipal de Almada através da difamação, da mentira e da manipulação.

A colaboração dos eleitos do PS na Câmara Municipal de Almada em peça televisiva deste cariz demonstra uma vez mais que colocam os seus objectivos partidários acima dos reais interesses do Concelho de Almada e dos almadenses.

Só assim se compreende que os eleitos do PS na Câmara Municipal de Almada, em vez de ajudarem a construir uma solução, não hesitem em enxovalhar publicamente uma Instituição Particular de Solidariedade Social (a CURPIC), que presta um serviço público de vital importância a cerca de uma centena de famílias da Charneca da Caparica, substituindo-se ao Estado no cumprimento de funções sociais, numa situação de subfinanciamento e dificuldades financeiras idênticas às vividas por 40% das IPSS, como recentemente denunciou o presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, Padre Lino Maia.

Em vez assumir uma atitude persecutória perante o movimento associativo popular e as instituições de solidariedade social do concelho de Almada, o PS na Câmara de Almada deveria mostrar-se forte na defesa de serviços públicos essenciais ao concelho, combatendo firmemente o encerramento nocturno e aos fins-de-semana das Urgências Pediátricas do Hospital Garcia de Orta, o fecho de Postos dos CTT, o cancelamento de carreiras dos TST, a falta de investimento de comboios e barcos, ou o enterramento da Linha de Muito Alta Tensão debaixo dos pés dos charnequenses.

O Secretariado da Comissão Concelhia de Almada do PCP
Almada, 17 de Janeiro de 2020

VEJA MAIS EM ::::> PCP Almada

Comunicado da CURPIC

Inês Medeiros presente em Aniversário do Quintinhas

A nova Presidente da Câmara de Almada participou pela primeira vez numa cerimónia de uma colectividade do Concelho.

Foto : Madalena Mota


O Vitória Clube das Quintinhas fez 28 anos e para celebrar a data organizou no dia 5 de Novembro uma Sessão Comemorativa onde estiveram presentes para alem de Inês Medeiro estiveram presentes os também recém eleitos Presidente da Assembleia Municipal , José Joaquim Leitão e Presidente da União de Freguesias Charneca-Sobreda , Pedro Miguel Amorim Matias entre outros.

Foto
Madalena Mota

Henrique Santos

Ministro da Educação anuncia intervenções em 142 escolas

Obras representam um investimento total de 175 milhões de euros

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação Miguel A. Lopes/Lusa

O ministro da Educação disse que há 142 intervenções em escolas de mais de 100 municípios já aprovadas, que representam um total de 175 milhões de euros, mas as obras vão chegar a 150 municípios. “Temos neste momento um pacote financeiro importante relacionado com o Portugal 2020 que vai levar a obras em mais de 150 municípios. Já foram aprovados 142 investimentos com mais de 100 municípios num montante global de 175 milhões de euros. Os restantes investimentos estão neste momento em negociação”, disse o ministro Tiago Brandão Rodrigues na comissão parlamentar de Educação e Ciência, onde hoje foi ouvido por requerimento do PSD. O ministro referiu ainda alguns casos concretos, como o da escola secundária João de Barros, no Seixal, cuja portaria de extensão de encargos para realização de obras já foi publicada, as quais devem ter início “dentro de três ou quatro meses”, uma vez que, disse Tiago Brandão Rodrigues, “existem prazos legais que têm que ser vencidos”, como os do Tribunal de Contas. Sobre a escola secundária do Monte da Caparica, em Almada, para onde hoje a associação de estudantes convocou uma manifestação para reivindicar a finalização das obras paradas desde 2011, o ministro disse estar a trabalhar para que a intervenção possa acontecer ainda este ano. Já assinada está a portaria de encargos para as obras na escola de música e de dança do Conservatório Nacional, e a tutela disse estar a trabalhar para que o mesmo possa acontecer com o Liceu Camões, em Lisboa, e com a escola básica do Parque das Nações. Questionado pelo PSD sobre as obras na escola secundária Alexandre Herculano, no Porto, que recentemente foi encerrada por decisão da direção por falta de condições nas instalações, e sobre se será necessário redistribuir alunos por outras escolas da proximidade para que as obras de fundo no edifício se possam concretizar, o ministro disse que não é construtor civil. “Não sou construtor civil, não entendo de construção civil, e a pertinência de deslocar alunos e de poder congregar os trabalhos de requalificação será algo que os arquitetos terão que dizer oportunamente. Eu não o direi. Tudo está a ser feito para que a requalificação possa acontecer o mais brevemente possível com os instrumentos financeiros e organizativos do Ministério da Educação”, disse Tiago Brandão Rodrigues. O ministro afirmou ainda que há “dezenas de intervenções que vão acontecer ao longo deste ano por utilização de investimento direto da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares”. De acordo com dados da tutela, as obras em escolas a realizar em parceira com os municípios — que partilham com o Estado o custo da contrapartida nacional ao financiamento comunitário — devem totalizar 200 intervenções em escolas do 2.º e 3.º ciclo e do ensino secundário, com um custo estimado de 200 milhões de euros. Estas obras, em parceria com os municípios acontecem ao abrigo dos Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial celebrados no âmbito do Acordo de Parceria Portugal 2020. Ainda segundo o Ministério da Educação, no âmbito do quadro comunitário Portugal 2020 as autarquias vão avançar com obras em estabelecimentos do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico, num total de 300 intervenções com um custo estimado de 120 milhões de euros. No total, o Governo prevê que sejam gastos 320 milhões de euros em 500 intervenções nas escolas no âmbito do programa Portugal 2020. As portarias de extensão de encargos têm sido publicadas em Diário da República à medida que os acordos com as autarquias são assinados.

Ler mais em: Correio da Manhã

Esgotos inundam prédios no Monte de Caparica

Moradores revoltados com SMAS de Almada porque edifícios estão alagados desde quinta-feira.

Dois edifícios no Monte de Caparica, em Almada, sofreram inundações com água proveniente dos esgotos, que alagou cerca de 30 arrecadações situadas no piso -2. A inundação ocorreu já na quinta-feira, mas ontem ainda não tinha sido resolvida. “Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Almada e os Bombeiros da Trafaria estiveram cá, mas dizem que não têm meios técnicos para retirar a água. Se eles não têm quem é que tem?”, revolta-se José Lourenço, proprietário de um apartamento no nº 60 da rua de S. Lourenço Poente. Segundo a moradora Rosinda Cruz, esta é já a quinta vez que há uma inundação nas caves deste imóvel. “Pagamos o saneamento, pagamos ao Fisco e ninguém se responsabiliza. Isto não fica assim, já fizemos uma reunião e decidimos fazer queixa em tribunal”, afirmou. João Pereira, também proprietário de uma habitação, diz que o problema está na “falta de capacidade do coletor de esgotos” situado na rua, aliado ao facto de o piso das arrecadações estar situado quatro metros abaixo do pavimento. O balanço dos prejuízos está por fazer. “Nas outras inundações o SMAS pagou compensações”, diz João Pereira. Ao CM, fonte oficial do SMAS de Almada admitiu que “o esgoto entupido inundou os prédios” e que as tentativas do piquete para retirar a água acumulada não foram bem-sucedidas. A mesma fonte garantiu contudo que até hoje “o problema fica resolvido”, frisando que as pessoas afetadas vão apresentar a lista dos prejuízos e o SMAS avaliará as compensações a pagar. Quanto à reparação do problema nos esgotos, nada foi adiantado.

Ler mais em: Correio da Manhã

Dezenas de bombeiros combatem chamas na Charneca da Caparica

02/09/2015

Um bombeiro já foi transportado para o hospital.

fogo

Dezenas de bombeiros estão a combater um incêndio que deflagrou, às 17h12, numa zona de mato na Foz do Rego, Charneca da Caparica, em Almada, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

“O incêndio está a progredir em direção a uma zona habitacional, o que está a preocupar algumas pessoas, mas não há casas ameaçadas”, garantiu o 2.º comandante Distrital de Bombeiros, Rui Costa.

No combate às chamas, além dos dois meios aéreos, que tinham chegada prevista ao local para as 18h50, estão envolvidos 83 operacionais apoiados por 29 viaturas de diversas corporações de bombeiros.

De acordo com o CDOS, o incêndio não só não atingiu a zona de paisagem protegida da arriba fóssil, como está a progredir em sentido contrário.

Há a registar um bombeiro ferido. O operacional foi transportado para o Hospital Garcia de Orta.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Charneca de Caparica recebe maior escola básica do concelho

charneca

maior escola básica do concelho de Almada é inaugurada amanhã, sábado, 7 de setembro, às 16h00.

A Escola Básica da Charneca de Caparica fica na Quinta de Santa Teresa, tem capacidade para 350 alunos, dispõe de 12 salas para o 1º Ciclo e três salas para a educação pré-escolar.

Este estabelecimento de ensino está equipado com refeitório, cozinha, uma biblioteca escolar, sala polivalente/ginásio, instalações sanitárias e balneários, vários gabinetes de trabalho e sala de professores.

No exterior tem recreio coberto, campos de jogos com equipamentos desportivos, zona de jogos lúdicos e horta pedagógica.

Construído de raiz, esta nova escola implica um investimento da Câmara Municipal de Almada de cerca de dois milhões de euros, valor que inclui projeto, obra e apetrechamento.

Protocolada entre a Câmara de Almada e o anterior governo socialista de José Sócrates, a Escola Básica da Charneca de Caparica, que deveria ter apoio dos fundos comunitários, teve cerimónia do lançamento da primeira pedra em Janeiro do ano passado – já com parte do edifício construído – prevendo-se na altura que ficasse concluída a tempo de funcionar no ano lectivo de 2012/2013.

Por alegado incumprimento do plano de trabalho da empresa a quem foi atribuída a obra, em junho de 2012 a Câmara tomou posse administrativa da empreitada. Em reunião de Câmara de Novembro, a vereação aprovou adjudicar a conclusão da escola a outra empresa.

Ler mais: Jornal da Região

1988 Charneca Caparica Prova de Atletismo

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.