Tag: cibewrsul

Maria Dores Meira pede ajuda no combate as fake news

Maria das Dores Meira

“Nos últimos dias reapareceu nas redes sociais uma notícia do Correio da Manhã de 2014 em que se aborda, com total má-fé, a minha declaração de rendimentos depositada no Tribunal Constitucional. Aqui fica o esclarecimento que publiquei na altura e apelo a todos os que não se revêm nas campanhas de desinformação que começam a surgir unicamente com o objetivo de me atacar para que o partilhem onde puderem para ajudar a combater este inqualificável ataque disseminado através de fake news.”

16 de agosto de 2014

Quando a má fé se alia à ignorância. O Correio da Manhã decidiu hoje, pela segunda vez nos últimos anos, dedicar especial atenção à minha declaração de rendimentos entregue no Tribunal Constitucional, na minha qualidade de titular de cargo político. Entre insinuações inadmissíveis, o jornal revela que sou proprietária de 14 imóveis, o que é verdade, mas “esquece” que todos eles foram adquiridos antes de ter sido eleita, em 2001, para os cargos autárquicos que desempenho desde essa data. Claro que este detalhe pouco importa ao jornal, aparentemente mais interessado numa caça à autarca Maria das Dores Meira, perseguição que eu gostaria de acreditar que não existe, embora todos os dados disponíveis contrariem esta minha vontade… Na verdade, este detalhe é fundamental pois contraria a ideia latente no texto de que teria enriquecido depois de me tornar autarca. E é também um detalhe que demonstra que, ao contrário de outros, tive e tenho uma vida profissional que vai muito para lá da política, vida que continuarei a ter depois de ser autarca, porque sempre dependi da minha atividade profissional para ser o que sou. Mas isso, o Correio da Manha não quis investigar…Sobre as dívidas da Câmara Municipal de Setúbal que são associadas à notícia sobre a minha declaração de rendimentos, essa será uma questão que será tratada no local próprio, em especial para mostrar que a pouca seriedade profissional deste jornal o impediu de solicitar à Câmara Municipal, seguramente porque isso poderia não encaixar na história que quis construir, o devido esclarecimento que, obviamente, contrariaria a informação publicada. Aproveito para agradecer a todos, e foram muitos, os que hoje, escandalizados com a notícia do Correio da Manhã, fizeram questão de me fazer chegar a sua solidariedade e apoio. A todos, muito obrigada.

Veja mais em ::::>https://www.facebook.com/MariaDoresMeira/posts/735171023220729

CTT fecha no Lavradio mas abre logo a seguir

CTT abrem 14 postos em localidades onde vão encerrar instalações


Anúncio surge numa altura em que a empresa anunciou encerramento de 22 lojas.
nal.pt/sociedade/detalhe/ctt-querem-abrir-14-postos-de-acesso-em-localidades-onde-vao-encerrar-instalacoes
Por Lusa|17.01.18
Os CTT pretendem avançar com 14 novos pontos de acesso em localidades onde irão encerrar instalações, cuja abertura ainda está a ser negociada com autarquias e entidades comerciais, informou esta quarta-feira a empresa. O anúncio surge numa altura em que os CTT anunciaram o encerramento de 22 lojas, com impacto em 53 postos de trabalho, no âmbito do plano de reestruturação, o que tem motivado os protestos das comunidades e dos trabalhadores, que esta quarta-feira entregaram no parlamento uma petição contra o fecho dessas instalações. Com a abertura de novos 14 postos de acesso, os CTT “garantem que em todas as localizações” das 22 lojas que serão encerradas “a população mantém acesso ao atendimento dos CTT a um quilómetro ou menos da anterior localização”. Depois da conclusão desta operação, os CTT afirmam que haverá “uma redução máxima de oito pontos de acesso, resultado do encerramento/transformação de 22 lojas próprias e da abertura de 14 novos postos de correio”. Nos 14 novos pontos de acesso – que estão já acordados ou em negociação final com autarquias e entidades comerciais locais – vão manter-se “disponíveis ao público a totalidade dos serviços postais, incluindo o pagamento de vales de prestações sociais e o envio e levantamento de encomendas”.
A localização destes 14 novos pontos de acesso – dos quais já se conhece, por exemplo, os de Termas de São Vicente (Penafiel), Arco da Calheta (Madeira) e Lavradio (Barreiro) – serão dados a conhecer à medida que os passos necessários para a sua abertura estejam concluídos. “Este ajustamento da rede de Pontos de Acesso dos CTT em nada afeta a distribuição postal, realizada pelos carteiros dos CTT, que são uma rede totalmente autónoma da rede de atendimento”, sublinha a empresa.

Ler mais em: :::> Correio da Manhã

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.