Tag: danos

Almada contrata mais trabalhadores para acelerar reparação dos danos na Caparica

Novos funcionários vão reforçar equipas de limpeza e de trabalhos oficinais para reparar danos causados pelo mau tempo junto às praiascaparica

A Câmara de Almada aprovou na semana passada a contratação “excepcional” de 88 trabalhadores para reforçar as equipas municipais da higiene urbana e de trabalhos oficinais (como serralheiros ou carpinteiros), sendo que uma parte desses funcionários irá “intervir directamente” na Costa da Caparica. Desta forma, a autarquia pretende minimizar os estragos recentemente causados pelo mau tempo e apoiar os concessionários.

A proposta do executivo liderado por Joaquim Judas (CDU) foi aprovada na reunião de câmara de 5 de Fevereiro e será ainda votada pela assembleia municipal na próxima semana. A autarquia quer contratar 36 assistentes operacionais por tempo determinado e 52 por tempo indeterminado, segundo a deliberação. Além disso, pretende também “ampliar o prazo de intervenção das equipas de limpeza de praias”, explica a câmara em comunicado.
Na mesma nota, o município esclarece que “assume esta decisão, não obstante a anunciada intenção do Governo em penalizar os municípios que não cumpram a meta de redução em 2% do seu quadro de pessoal, como é imposto pelo Governo, através da retenção de parte das verbas das transferências do Estado”. E sublinha: “Mesmo correndo o risco de ser penalizada por contratar estes trabalhadores, e também dessa forma contribuir para a redução do desemprego na nossa região e no país, esta contratação agora proposta corresponde a uma necessidade emergente a que Câmara Municipal de Almada não poderia deixar de acorrer.

O município culpa “a forma precipitada e sem alternativas” com que o Governo liquidou a sociedade Costa Polis (o processo deve estar concluído dentro de dois anos) pela demora na reparação dos danos causados pela forte agitação marítima na Caparica, bem como na prevenção de episódios semelhantes.

Ver mais em :::> Público

Almada – Autarquia exige esclarecimentos ao Governo

costagggg

Na sequência da intempérie registada na Costa da Caparica, a Câmara Municipal solicitou esclarecimentos ao ministro do Ambiente. A autarquia vai realizar uma sessão com a população no dia 15 de fevereiro, às 18h, na Costa da Caparica..

Na sequência dos avultados danos em infraestruturas e equipamentos instalados na frente de praias da Costa da Caparica, que se voltaram a registar no fim de semana de 1 e 2 de fevereiro, consequência da forte intempérie, a autarquia insiste na obtenção junto das instâncias responsáveis de todas as garantias de reparação dos danos causados, de modo a permitir que os agentes económicos e as populações possam ver ressarcidos os avultados prejuízos que sofreram.

A autarquia irá ainda realizar no dia 15 de fevereiro, às 18h, uma sessão pública sobre esta questão, no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental, na Costa da Caparica.

Joaquim Judas, presidente da Câmara Municipal de Almada, reafirma a “imperativa necessidade de adoção de medidas de proteção da orla costeira na zona da Costa da Caparica, lamentando que o Governo e o Ministro do Ambiente os quais, sublinha-se, são os responsáveis pela gestão da frente atlântica do Concelho de Almada, insistam em não responder aos pedidos de intervenção que lhes foram dirigidos, em particular no que respeita ao cumprimento dos programas e calendários das medidas de proteção da orla costeira, anteriormente acordados”.

Recorde-se que, a 10 de janeiro de 2014, na sequência da intempérie registada no início do ano, o Presidente da Câmara Municipal havia solicitado ao Ministro do Ambiente informações precisas relativamente às intenções de intervenção do Governo no sentido de serem concretizadas as necessárias obras que permitam prevenir situações como as registadas, pedido de informação que embora reiterado no passado dia 30 de janeiro, permanece até ao momento sem qualquer resposta.
Veja mais em ::::: > CM Almada

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.