Tag: Festas

Quinta do Anjo prepara-se para celebrar Festas de Todos os Santos

24 de Outubro 2017

Festividades já levam mais de dois séculos e meio de existência. Arrancam na sexta-feira e estendem-se até 1 de Novembro. Tradições religiosas, cavalhadas à antiga portuguesa, animações musicais e gastronomia marcam a programação

A freguesia da Quinta do Anjo, no concelho de Palmela, prepara-se para dar cumprimento a uma tradição que celebra há mais de dois séculos e meio. A vertente religiosa alia-se à profana para, durante seis dias, entre a próxima sexta-feira, 27, e 1 de Novembro, dar corpo às Festas de Todos os Santos, comemorações que se aprestam a entrar na sua 261.ª edição.

Tradições religiosas, cavalhadas à antiga portuguesa, animações musicais e gastronomia, bem como um espectáculo de fogo-de-artíficio, marcam a programação de uma das mais antigas e tradicionais festividades do concelho de Palmela.

Paco Bandeira, Herman José, Jorge Nice, Edu Miranda Trio e o European Woodwind Classical Ensemble são alguns dos artistas que vão actuar nas festas. Mas os espectáculos artísticos não se ficam por aí: haverá ainda actuações musicais a cargo de Desenfado, Box Band & The Funk Project, Dixie Gang, Ma Belle, Mama Mia (tributo aos ABBA), além do projeto Não Há 2 Sem 3.

A inauguração oficial da festa, que, lembra a Câmara Municipal de Palmela, “evoca a promessa feita em virtude da protecção da aldeia de Quinta do Anjo, na sequência do terramoto de 1755”, tem início agendado para as 20h30 da próxima sexta-feira, seguindo-se a actuação da Banda da Sociedade de Instrução Musical. Às 22h15, é a vez da Orquestra Ligeira subir ao palco daquela sociedade. A partir das 00h15, o palco da Sociedade de Instrução Musical recebe uma noite dos anos 80, 90 e ano 2000, a cargo do dj Tó Patronilho.

A 261.ª edição das Festas de Todos os Santos inclui vários bares e tasquinhas, nos quais não faltam petiscos e bebidas. As honras de encerramento do certame, a 1 de Novembro, cabem ao cantor Paco Bandeira, seguindo-se o habitual espectáculo de fogo-de-artifício.

O certame é promovido pela Associação de Festas de Quinta do Anjo, em parceria com a Câmara Municipal de Palmela – que este ano concedeu um apoio financeiro de 3.500 euros, além dos apoios logísticos, técnicos e de comunicação –, e conta com forte envolvimento da população e das associações locais.

Veja mais em :::> Diário da Região

“Tarde do Fogareiro” junta 10 mil pessoas na Moita

A “Tarde do Fogareiro”, que decorreu no dia 15 de Setembro, à tarde, juntou 10 mil pessoas, sendo um dos momentos altos das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, na Moita.


A seguir à largada, assim que são recolhidos os touros, a avenida Dr. Teófilo Braga, transforma-se num enorme espaço de convívio e animação: as mesas são montadas, os fogareiros acesos, os amigos chegam e a animação começa com comes e bebes. O Grupo de Bombos de Santa Maria de Jazente de Amarante, a Charanga Musical Huga-Huga, do Rosário, e o “Fogareiro Eléctrico”, com Nélio Pinto, completaram esta tarde de convívio e boa disposição.

Para o presidente da Câmara Municipal da Moita, Rui Garcia, a “Tarde do Fogareiro”, decorreu “bem, com uma boa participação, como é habitual, com a avenida repleta de gente um ambiente agradável”. “Faço um balanço positivo, tornou-se um símbolo das Festas da Moita com gente que vem de outros municípios, com uma grande massa de pessoas a participar”, concluiu o edil.

Veja mais em ::::> Setúbal Mais

Atalaia recebeu Festa Grande

A tradição, que remonta a 1507, voltou a cumprir-se. De 25 a 28 de agosto, a Atalaia recebeu romeiros e visitantes para honrar Nossa Senhora da Atalaia.

As Festas em honra de Nossa Senhora da Atalaia, ou Festa Grande como é conhecida, voltaram a exibir a fé e a devoção de centenas de pessoas, mas também a animação e alegria que caracterizam qualquer festa popular.

Como habitualmente, o momento de maior destaque foi a procissão em honra de Nossa Senhora da Atalaia, com a presença de centenas de pessoas.

Para além dos momentos religiosos, não faltou animação com os bailes nos círios, a feira, os espetáculos musicais, o festival de folclore, as largadas, entre outros eventos.

A Festa de Nossa Senhora da Atalaia, ou Festa Grande, é uma romaria que remonta a 1507, aquando da promessa feita pelos empregados da Alfândega de Lisboa, devido à peste que grassou na capital.

CM Montijo

Esfaqueado em largada no Montijo

Jovem golpeado várias vezes na cabeça e tronco.

Um jovem foi ontem ferido à facada na sequência de uma rixa ocorrida nos momentos que antecederam uma largada de touros nas Festas de São Pedro, no centro do Montijo. O ataque ocorreu pelas 03h30, no centro da rua Joaquim de Almeida, artéria com tradição tauromáquica no Montijo. A vítima, que, segundo apurou o CM, terá entre 20 e 25 anos, deslocou-se ao recinto para assistir a mais uma noite de largadas de touros.

Um jovem foi ontem ferido à facada na sequência de uma rixa ocorrida nos momentos que antecederam uma largada de touros nas Festas de São Pedro, no centro do Montijo. O ataque ocorreu pelas 03h30, no centro da rua Joaquim de Almeida, artéria com tradição tauromáquica no Montijo. A vítima, que, segundo apurou o CM, terá entre 20 e 25 anos, deslocou-se ao recinto para assistir a mais uma noite de largadas de touros.

Ler mais em: Correio da Manhã

Alcochete – Passeios gratuitos no Bote Leão durante festividades locais


Em Alcochete, durante as festas de São João, em junho, e as festas do Barrete Verde e das Salinas, em agosto, é possível passear de forma gratuita na embarcação tradicional Bote Leão.

Os dias 23 e 24 de junho e 12 e 14 de agosto são as datas disponíveis para realizar passeios gratuitos a bordo desta embarcação que, desde a sua inauguração (a 16 de junho do ano transato), tem sido um dos atrativos turísticos do Município de Alcochete.

Sendo também nas festividades locais que o Município regista mais afluência de visitantes e turistas, entendeu a câmara municipal dar continuidade ao calendário de passeios turísticos, uma proposta que mereceu unanimidade por parte do executivo municipal, no passado dia 7 de junho, em reunião de Câmara.

Veja mais em::::> CM Alcochete

Moita – Chegaram as Festas em Honra de Nossa Srª da Boa Viagem

barcos_engalanados2_1_750_2500
Já tiveram início as Festas em Honra de Nossa Srª da Boa Viagem, na Moita, que se prolongam por 10 dias, terminando a 20 de setembro.

Logo no primeiro dia, pelas 22:30h, vai realizar-se o Cortejo Noturno “Bombos e Cabeçudos na Festa”, com três carros alegóricos. Às 23:30h, sobem ao palco da Marginal, “Les Enfants Terribles” – David Piçarra e Salomé Caldeira. Para a 1:00h, está marcada a primeira de nove largadas na Avenida Dr. Teófilo Braga.

10 dias de festa

Do programa deste ano, destacamos ainda, na área musical, Mátria, Chaparro & Rasnatura Band, DAMA, José Malhoa, José Cid, Diabo na Cruz, Cais Sodré Funk Connection, MastikSoul e, a encerrar as Festas, Anjos.

As celebrações religiosas centram-se no primeiro domingo da festa, dia 13 de setembro. São milhares as pessoas que assistem à imponente procissão em Honra de Nossa Sr.ª da Boa Viagem, seguida da bênção das embarcações típicas do Tejo. A procissão, que irá percorrer as principais artérias da vila da Moita, tem início às 17:30h.

As largadas de touros, na Avenida Dr. Teófilo Braga, estão já marcadas para os dias 11 e 18 de setembro, à 1:00h, nos dias 14, 15, 16, 17, 18 e 20, às 10:00h, e no dia 19, às 17:00h.

É também nesta altura do ano que acontece a maior e melhor feira taurina do País, na Praça de Touros Daniel do Nascimento, com corridas nos dias 15, 16, 17 e 18 de setembro.

Ainda na vertente do convívio popular, destaca-se a Tarde do Fogareiro, no dia 18 de setembro, a partir das 13:00h. Após a largada de touros, as gentes da Moita transformam a principal avenida da vila num local único de animação e convívio: os fogareiros, espalhados um pouco por todo o lado, acendem-se; as entremeadas, os couratos e as bifanas começam a assar e os amigos vão chegando, enchendo a Av. Dr. Teófilo Braga. Pela tarde fora, não vai faltar animação de rua, com muita música para dançar o “Huga Huga” em grupo, com a Charanga do Rosário.

A tradicional Regata em Honra de Nossa Sr.ª da Boa Viagem, com barcos típicos do Tejo, está marcada para o dia 12, às 14:30h. A tarde de terça-feira, dia 15 de setembro, Dia do Município, vai também ser dedicada ao rio, com mais uma edição do “Cais Vivo”, a partir das 15:30h, que inclui o desfile de embarcações típicas do Tejo e passeios de barcos, no Cais da Moita, para todos os que queiram participar.

O Pavilhão Municipal de Exposições abre as suas portas, nestes 10 dias, a mais uma edição da FECI – Feira Comercial e Industrial.

O programa completo das Festas em Honra de Nossa Srª da Boa Viagem está disponível, em formato digital, aqui, em papel, no Posto de Turismo Municipal, na Moita, e em alguns espaços comerciais do concelho.

Veja mais em ::::> CM Moita

Festas de São Simão proporcionaram enchente em Vendas de Azeitão

ssimao
As Festas de São Simão invadiram a localidade de Vendas de Azeitão, no concelho de Setúbal, no passado fim-de-semana, com a presença de “cerca de quatro mil pessoas”, de acordo com o responsável pelo evento, David Marques. Segundo com a organização, o ponto alto do certame foi “no sábado, com a atuação do grupo musical Astros”, sendo que no domingo também houve “uma grande adesão das pessoas” com a presença dos Oitentamente o que, considera David Marques, tornou o evento “diferente, alterando o figurino habitual das festas”, e “agradou claramente à maioria das pessoas”.
Este certame, que “dinamizou sem dúvida alguma” a economia local, “correu muito bem e foi bastante positivo”, revela o elemento da organização. Apesar das “habituais dificuldades”, nomeadamente relacionadas “com a logística e com a montagem”, estas não representaram, para a organização, “nada de muito significativo”.

Para David Marques, o programa das festas “tem vindo a ser melhorado e consolidado”, prometendo uma continuação desse trabalho para os próximos anos, “dentro de uma linha que a organização sabe que as pessoas gostam”. O responsável afirma também que é importante “estabilizar uma estrutura dentro do evento” e, com isso, “conseguir captar mais público” para eventos futuros.

Veja mais em ::::> Correio da Manhã

Festas de S. Pedro no Montijo

Sabado 27 de Junho 2015

Marcha Solidária ” Um gesto, um sorriso”
Arruada com os Batucando
Cortejo Marialva com Campinos e Cabrestos

imagem1

Domingo 28 de Junho 2015

Noite de Marchas Populares na ruas do Montijo


Festas Populares de São Pedro no Montijo investe nas novas tecnologias

Cartaz Festas de São Pedro 2015 no Montijo
As Festas Populares de São Pedro, no Montijo, são as primeiras festas populares que vão disponibilizar “gratuitamente uma aplicação android para smartphones com informação sobre o evento”, desde “o programa, o mapa das festas, com possibilidade de visualizar o trajeto, a pé ou de carro”, podendo os utilizadores partilhar “os seus próprios conteúdos com outros utilizadores”, entre “fotos, vídeos ou textos”, através de uma “secção chamada As minhas festas”, adianta o presidente da comissão de festas. José Manuel Santos avança que fizeram “fitas para o pulso”, que “estão a ser distribuídas de forma gratuita pelas pessoas”, tendo as mesmas sido “benzidas na missa de Santo António”.
O responsável pela organização das Festas Populares de São Pedro sublinha que com o objetivo de atrair um maior número de participantes “melhoraram as relações com a comunicação social”, de modo a ter uma “maior divulgação do evento”, apostaram em elementos inovadores como “a aplicação para os smartphones, as pulseiras” e a “decoração dos pátios dos pescadores”, em que cada um vai ser “decorado com um tema relacionado com a cidade”, havendo sempre música nos mesmos.

José Manuel Santos refere que outra particularidade deste certame é o “bib elétrico”, que consiste num “camião tir ornamentado que vai desfilar com música pelas ruas da cidade do Montijo”. O elemento da comissão organizadora acrescenta que vão ter uma noite dedicada à “música portuguesa, um arraial minhoto, sete palcos a funcionar em simultâneo” e “pela primeira vez vão ter três igrejas ornamentadas”.

O presidente da comissão de festas revela que “melhoraram o recinto das largadas”, em que vão ter este ano “touros com peso e trapio”, vão ter um “espaço de diversão, nomeadamente com carrosséis” e na sexta-feira “os comes e bebes vão ser gratuitos”, tendo os visitantes à sua disposição “22 pontos com carne assada, pão e vinho”. José Manuel Santos considera que “não é fácil identificar um ponto alto” do certame, mas entende que “o dia 29 em que vai haver duas procissões”com “distribuição de uma flor a cada participante” e o “último dia com música e fogo de artifício” podem ser os dias em que vão participar “um número elevado de pessoas”.

O membro da comissão organizadora destaca o facto de “as tertúlias, as associações, as coletividades, as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)” e “todos os voluntários” se terem juntado para “organizar e melhorar as Festas Populares de São Pedro”, dando-lhe “uma nova dinâmica”. José Manuel Santos ambiciona que participem no certame “cerca de 300 mil visitantes”, durante os seis dias, esperando que “o tempo ajude”, para que “as mais de mil pessoas que vão atuar nos vários palcos” tenham sempre público presente.
A Festas Populares de São Pedro têm um orçamento que ronda os 150 mil euros e vai-se realizar de 25 a 30 de junho nas principais artérias do centro da cidade do Montijo. Este evento é organizado pela comissão de festas e é financiado pela câmara municipal, pela União da Junta de Freguesias de Montijo e Afonsoeiro e pelas empresas do concelho.

Veja mais em ::::> Setúbal na Rede

Agente da PSP violentamente agredido em festas na Moita

Polícia está no hospital do Barreiro em situação estável, não correndo perigo de vida

moita
Um agente da PSP foi violentamente agredido na madrugada desta sexta-feira na Moita por um grupo de pessoas que provocou desacatos nas festas do Vale da Amoreira, tendo recebido assistência no hospital do Barreiro onde permanece em estado estável, sem correr perigo de vida.

De acordo com um comunicado do Comando Distrital da PSP de Setúbal, tudo começou pelas 00h30, quando um grupo de pessoas subiu ao palco e se apoderou do microfone incentivando à desordem contra as autoridades policiais presentes.

Na sequência deste episódio, representantes da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, que integram a comissão de organização das festas multiculturais, desligaram o som e deram a festa como terminada. “Esta situação provocou o desagrado a um grupo de cerca de 50 pessoas, sendo que algumas incitavam a adopção de comportamentos violentos”, adianta a PSP de Setúbal.
Foi neste contexto, que pelas 00h50, se verificou uma troca de agressões que envolveu cerca de 25 pessoas e o “arremesso de pedras e garrafas contra os elementos policiais”. Um dos quatros agentes da PSP de Setúbal, que estava em serviço remunerado na festa, ficou ferido na cabeça e na zona do peito. O porta-voz da PSP, Paulo Flor, adianta que o agente caiu inanimado no chão, tendo então sido atingido com uma navalha. “Nessa altura, desconhecidos aproveitaram-se para roubar o cinturão do polícia, com a arma de serviço e o bastão policial”, completa Paulo Flor.

“Depois da invasão de palco, a polícia interveio e um agente foi barbaramente agredido. Houve populares que saíram em sua ajuda, com um a lançar-se mesmo para cima do agente de modo a evitar que continuasse a ser agredido”, afirmou Nuno Cavaco, presidente da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, citado pela Lusa.

“Estive no hospital a acompanhar a situação do agente e este apresentava ferimentos na cara e perfurações na barriga, mas está estável e em recuperação, tendo ficado no hospital em observação”, salientou, referindo que repudia toda a situação.

Perante a violência, a PSP accionou um reforço policial, que incluiu o corpo de intervenção e uma Equipa de Prevenção e Reacção Imediata, para controlar a situação. “Perante a fuga dos agressores, não foi possível efectuar qualquer detenção, sendo que o Comando Distrital da PSP de Setúbal está a realizar diligências com vista à identificação dos autores”, nota o comunicado da PSP.

Veja mais em :::> Público

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.