Tag: José Gonçalves

Um ano de retrocesso na ação e na defesa de Almada

05 de Outubro 2018
José Gonçalves – Vereador CDU Almada

A Cdu (..) é da opinião que o novo executivo (do PS) foi um passo atrás no concelho e tece as maiores críticas à liderança de Inês de Medeiros.

O vereador José Gonçalves afirmou que o “balanço é de retrocesso” e de “perda de ligação com as pessoas, com as instituições” e queixou-se da falta de reuniões camarárias descentralizadas para escutar os problemas dos munícipes.

“Há uma perda de resposta. A Câmara Municipal de Almada não tem uma voz de defesa das populações, dos interesses locais”, vincou, lembrando que o “trânsito foi apresentado como uma proposta de intervenção prioritária [durante a campanha] e não se viu nada” um ano depois.

“Acho que este mandato está a ser penalizador para o nosso concelho, pela perda de apoios às nossas instituições culturais, sociais”, criticou.

Já o ambiente entre os partidos que compõe o executivo é de “confronto político” e de “submissão ao poder central”, sem apresentação “de ideias e propostas”.

Veja mais em ::::> José Gonçalves – Facebook

As novas caras da Câmara de Almada

28 de Outubro 2017

Eleitos para a Câmara Municipal

1. Inês de Medeiros PS
2 Joaquim Judas CDU
3. Francisca Parreira PS
4. Jose Gonçalves CDU
5. Nuno Matias PSD
6. Joao Couvaneiro PS
7. Amelia Pardal CDU
8. Joana Mortagua BE
9. Teodolinda Silveira PS
10. António Matos CDU
11. Miguel Salvado PSD

Almada 2017 -José Gonçalves “Aos meus amigos desejo sempre o melhor”


Aos meus amigos desejo sempre o melhor. Uma grande semana de êxitos pessoais e coletivos.

A minha semana ficará marcada pela conclusão deste ciclo autárquico e inicio do mandato 2017-21. São 16 anos de vereação a tempo inteiro com natural envolvimento pessoal na construção coletiva da nossa cidade.

Integrado numa equipa de grande dedicação, competência e amor a Almada.

Orgulhamos-nos do percurso do poder local em Almada.

Um abraço especial aos trabalhadores municipais. Um reconhecimento às instituições e ao movimento associativo.

Estaremos sempre ao vosso lado.

Dia 28 assumiremos com a nossa população o mesmo compromisso individual e politico de sempre. Será um mandato diferente, exigente e desempenhado em novas circunstâncias, mas igualmente motivador.

Almada e a CDU construíram um percurso de sucesso nesta nossa terra. E esta força coletiva não desanima. Aos meus camaradas um forte abraço com a confiança que nos junta na luta em todas as batalhas.

Estes são lutadores, homens e mulheres de aço.

Um abraço,

Veja mais em::::> José Gonçalves

Sobre finais e despedidas… sobre afetos

16 de Outubro 2017

Ana Malta no Facebook

Não gosto de finais “tristes”. Não gosto. Choro sempre no final. É terrível. Porque nunca consigo conter-me.
Fica um vazio imenso. Uma escuridão. Como se tivessem apagado as luzes e deixasse de ver ao longe o caminho.

Também detesto despedidas. Doem sempre. Sobretudo dizer adeus a quem se gosta. A quem deu tanto de si e recebeu tanto de nós.

E serviu lhe tão bem a camisola quando há 8 anos a vestiu por inteiro, empenhando-se de alma e coração.
Costuma dizer-se que ninguém é insubstituível. E talvez seja verdade. Mas há pessoas que deixam nos outros a sua marca e levam consigo um pouco de nós, independentemente da cor política, do clube ou da religião que pratiquem.

São pessoas com P maiúsculo. Daquelas que se movem por grandes causas e por grandes lutas, sem nunca saírem do caminho traçado e seguindo sempre as suas mais fortes convicções.

Para mim foi um prazer percorrer consigo este caminho. [às vezes quase como a sua sombra é verdade].

Olhando agora, parece que passou rápido, mas foi longo e trabalhoso. Mas também muito recompensador. Aprendi muito. Levo muito, destes 8 anos. Eu e todos. Tenho a certeza disso.
E também tenho a certeza de que levará para sempre o SMAS e os seus trabalhadores no seu coração.
Este abraço foi longo mas de até já! Vemo-nos por aí…
… em Almada, sempre. E porque há afetos que nunca se perdem! OBRIGADO!

Veja mais em :::> Ana Malta

Caras de Almada

Gente que viveu em Almada no final do sec. XX e início do sec. XXI


Carlos canhão, Luísa Basto, Anabela Serra, António Neves, José Gonçalves, Louro Artur, António Matos, Fernando Fitas, Vicktor Reis, Ricardo Louçã, Nuno Matias, José Freitas, Mário Martins, AlFredo Canana, Natália Correia, Manuel Pinto Jorge, Amélia Pardal, Luis Filipe, Teresa Coelho, Clemente Mitra.

Caras de Almada 2

2016 – Vereador José Gonçalves na SIC nos 50 anos da Ponte sobre o Tejo

JoseGonçalves

7 de Agosto 2016
No âmbito das comemorações dos 50 anos da Ponte sobre o Tejo, José Gonçalves vereador da Câmara da Almada esteve na SIC, onde falou da necessidade de uma terceira ponte e do direito das populações da Área Metropolitana de terem as mesmas condições de aceso à capital.
SIC:::> O que Mudou em Almada nestes últimos 50 anos?
José Gonçalves:::> “Mudou muito, mudou do ponto de vista da mobilidade em relação a quem trabalha na margem sul ou na margem norte e a ponte veio trazer um grande potencial para desenvolvimento económico, e social que cresceu em toda a Península de Setúbal.”
SIC:::> Faz algum sentido uma ponte Chelas /Barreiro?
José Gonçalves:::> “Faz todo o sentido porque ligava o arco ribeirinho sul à capital em mais que um ponto colocando utilizadores diários com opção para duas pontes.”
Para José Gonçalves ” tem de existir uma política de mobilidade que assegure os direitos dos cidadãos no que diz respeito à mobilidade não poderão haver cidadão na área metropolitana que são penalizados em relação a outros que morem noutro espaço com mais acessos”
“A ponte está paga há muitos anos, as pessoas que trabalham em Lisboa ou em Almada precisam de fazer diariamente esse trajecto e não se compreende que se continue a penalizar essas populações”

Veja o Video aqui :::> SIC notícias

1966 – Inauguração da Ponte sobre o Tejo (vídeo)

1966 – Inauguração da Ponte sobre o Tejo (Fotos)

25 Abril – comemorações em Almada 2014

25 de Abril em Almada 2014

Almada Comemora Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974

Tomada de posse da Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Almada

Teatro Municipal
18 de Outubro 2013

Noite Eleitoral em Almada

29 de Setembro 2013
CDU vence com maioria absoluta

Joaquim Judas conquista Almada e garante maioria absoluta
Joaquim Judas diz que “o resultado foi significativo no plano local e uma derrota para os partidos do governo”. O candidato afirma que “a CDU tem uma actividade de prestígio, principalmente no distrito de Setúbal” e isso foi notório no resultado destas autárquicas.

O PS fará tudo ao seu alcance para que a “câmara sirva a população e dê prioridade ao apoio às famílias”. Para Joaquim Barbosa o balanço é positivo, visto que contou com um aumento percentual de dois por cento, que só demonstra que “o programa eleitoral teve alguma aceitação junto da população”. O socialista acredita que “Almada terá de ser gerida de forma diferente”.

O candidato pelo PS considera que a abstenção revela um “sentimento de grande distanciamento da população em relação à política”. Com um aumento de oito por cento em comparação com as autárquicas de 2009, Joaquim Barbosa defende ao “Setúbal na Rede” que “a abstenção favorece sempre o primeiro”. Já Joaquim Judas diz que “a chuva pode ter sido um entrave para os eleitores votarem”.

O novo presidente garante que irá cultivar a boa rede que Almada mantém com as instituições do concelho e insistir junto das suas parcerias para a “mobilização dos recursos para a criação de emprego”. Alguns dos seus projetos passam pela dinamização do “centro histórico através na reabilitação humana, o programa da polis na Costa da Caparica, o aumento da qualidade de vida, bem como, desenvolver projetos culturais e destinados à juventude”.

Veja mais em :::> Setúbal na Rede


veja mais em ::::> CDU Almada

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.