Tag: limpeza

Escuteiros limpam Praia dos Corvos no Seixal

08/08/2018

“O desperdício nos oceanos é um grande problema para todos”

A Praia dos Corvos, no Seixal, está mais limpa, desde que recebeu, no inicio deste mês a iniciativa “Mares Circulares”, que pretende limpar o areal que separa a baía do Tejo do Sapal de Corroios. A acção, contou com a participação de cerca de 200 escuteiros marítimos e vários voluntários, sob orientação da Fundação Ecomar. A presidente da Fundação, Thereza Zabell Lucas, considerou a iniciativa, “muito positiva”, afirmando que esta foi a “mais participada” que teve até agora. “Com 220 voluntários e a excelente ajuda dos escuteiros marítimos, este foi um precioso contributo para o bom trabalho de recolha e de sensibilização ambiental realizados”, disse a responsável.

Veja mais em ::::> ADN Agência de Notícias

Almada Ação de limpeza florestal em terreno municipal

15 de Maio 2018
Proteção Civil CMA

O Município de Almada dá o exemplo através da limpeza e gestão de combustíveis florestais numa parcela de terreno municipal, na Charneca de Caparica. É uma intervenção que decorre no âmbito do Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios.

Os trabalhos de limpeza tiveram início esta quarta-feira, 15 de maio, envolvendo vários serviços da Câmara Municipal de Almada (CMA), dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Almada e os Bombeiros Voluntários de Cacilhas.

A intervenção, realizada numa parcela de terreno municipal, próximo de edificações e via rodoviária, localizada junto à Rua de São Macário, na freguesia da Charneca de Caparica, consiste na desmatação, desrama e abate de arvoredo, de acordo com os critérios de segurança, legalmente definidos, e retirada de sobrantes.

Esta é uma ação que decorre no âmbito do Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios e que visa promover também as boas práticas no espaço público comum.

A presidente da CMA, Inês de Medeiros, juntamente com as vereadoras Francisca Parreira, Teodolinda Silveira e vereador Miguel Salvado, e o presidente da União de Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda, Pedro Matias, acompanharam, durante a manhã, o decorrer dos trabalhos.

Denuncie abandono de monos e depósito de entulhos ilegais

Ao avançar com esta ação de limpeza florestal, a CMA conta também com a colaboração de todos os munícipes.

Nos casos em que se verifiquem o abandono de monos domésticos e/ou despejos de entulhos ilegais, os serviços municipais solicitam que seja feito o alerta através da Linha Verde Almada Limpa ou da aplicação Almada Mais Perto.

Linha Verde Almada Limpa
800 206 017
Aplicação Almada Mais Perto
www.m-almada.pt/almadamaisperto

Limpar a praia da Fonte da Telha (vídeo)

21 de Janeiro 2018
Um grupo de amigos e o BioSeixal, organizaram uma limpeza da praia numa manhã de Domingo

CLICK AQUI PARA VER AS FOTOS

Setúbal – Perto de cinco mil beatas de cigarros foram recolhidas esta manhã do areal da Praia da Figueirinha

lixopraia
“A Praia da Figueirinha não é um local que possa servir de exemplo, porque não é das praias mais sujas. É notório que há aqui um cuidado de preservação ambiental e os utilizadores têm à sua disposição meios para evitar colocar beatas na areia”, salienta Manuel Nobre, da Associação Portugal Sem Beatas.

Perto de cinco mil beatas de cigarros foram recolhidas esta manhã do areal da Praia da Figueirinha, numa iniciativa de sensibilização ambiental dirigida aos veraneantes, no âmbito do Programa Bandeira Azul 2016.

Habituados a participar em programas de sensibilização ambiental, à chegada à Figueirinha, em Setúbal, os 13 jovens do Centro Jovem Tabor destacados para esta ação, não precisaram de ouvir muitas explicações para começar a limpar o areal.

Munidos de garrafas de plástico e luvas, os voluntários, com idades entre os 13 e os 17 anos, dividiram-se em pares e dirigiram-se a vários pontos da praia.

“Olha para a minha garrafa. Já viste? São muitas, e ainda não as contei. As pessoas não querem saber das beatas, porque é a coisa mais fácil de atirar para o chão”, ouve-se durante uma conversa entre dois jovens.

Uma hora depois regressam ao ponto de encontro. As garrafas, que entraram vazias no areal, estão agora praticamente cheias de beatas de cigarros. E esta nem será das praias mais problemáticas a este nível.

“A Praia da Figueirinha não é um local que possa servir de exemplo, porque não é das praias mais sujas. É notório que há aqui um cuidado de preservação ambiental e os utilizadores têm à sua disposição meios para evitar colocar beatas na areia”, salienta Manuel Nobre, da Associação Portugal Sem Beatas.

No que diz respeito ao total de beatas apanhadas, os últimos dados não dão contas oficiais, mas é possível fazer uma contabilização. “Posso dizer-lhe que tive o cuidado de fazer a contagem das beatas que enchem um garrafão de quatro litros e são 1636”, revela, o que, no caso de uma garrafa de litro e meio, corresponde a 614 beatas.

Sob o lema “Por um Mar sem Beatas!”, esta é a segunda ação de educação ambiental a decorrer na Praia da Figueirinha no âmbito da Bandeira Azul 2016, organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, pela Associação Portuguesa do Lixo Marinho (APLM), pela Associação Portugal Sem Beatas, pela Tara Recuperável.Org e pela Brigada do Mar.

“É importante multiplicarmos este tipo de ações, que servem de limpeza e também de sensibilização. Antes, dizíamos que o lugar das beatas é no lixo, mas já não é assim. Agora, o importante é desviá-las dos aterros e proceder à sua destruição”, reforça Manuel Nobre.

Ainda que não seja nas praias que se encontrem mais beatas de cigarros, a maioria das ações de sensibilização para este tipo de lixo acontece durante a época balnear, porque é no areal que estes detritos são mais notórios.

“Parece que há uma aceitação social de que com as beatas é permitido fazer coisas que não se pode fazer com o restante lixo. Este tipo de lixo é depois arrastado para o mar e acaba a servir de alimento a muitos animais que vivem nos oceanos. É um problema muito grave”, adverte Paula Sobral, presidente da APLM.

No final do processo de limpeza do areal, os veraneantes presentes na Figueirinha foram convidados a participar numa campanha de selfies com a mensagem “Eu não deixo lixo na praia!”.

O programa “Por um Mar sem Beatas!” inclui ainda as exposições fotográficas “Valores da Arrábida”, dinamizada pela Associação de Municípios da Região de Setúbal e pela Câmara Municipal, e “Os mais procurados!”, pela Associação Portuguesa do Lixo Marinho e pela autarquia.

As mostras estão patentes até 18 de setembro na calçada da Figueirinha, praia que ostenta, pelo oitavo ano consecutivo, a Bandeira Azul, distinção que atesta a qualidade de excelência das zonas balneares.

Fonte – CMS

Reclusos do Estabelecimento Prisional de Setúbal executam tarefas de limpeza urbana

setubal20
Brigadas constituídas por 16 reclusos do Estabelecimento Prisional de Setúbal vão executar tarefas de limpeza urbana no concelho, o que representa um investimento da Câmara Municipal da ordem dos 6 mil euros.

A medida, aprovada ontem em reunião pública da Autarquia, inclui trabalhos de varredura, desmatações, limpeza de praias e manutenção da higiene na Feira de Sant’Iago.

Neste âmbito, para as tarefas de limpeza urbana no município será constituída uma brigada de quatro reclusos, que labora entre 31 de maio e 28 de setembro, no período das 08h00 às 12h00.

Para a limpeza da Feira de Sant’Iago, entre 25 de julho e 3 de agosto, opera uma equipa de dez elementos das 07h00 às 14h00 e outra de dois reclusos das 20h00 às 24h00.

Os montantes despendidos pela Câmara Municipal de Setúbal perfazem 6722,10 euros, respeitantes às verbas pagas aos reclusos, a que acrescem, como determina a lei, 10 por cento desses valores para a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Veja mais em :::> Rostos

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.