Tag: morte

Morre triplo homicida da Quinta do Conde

Rogério Coelho morreu esta sexta-feira no hospital

qtaconde
Rogério Coelho, o triplo homicida de Quinta do Conde, morreu esta sexta-feira no Hospital Francisco Xavier, em resultado de ferimentos auto-infligidos. Com a morte de Rogério Coelho, extingue-se o processo-crime.

O empreiteiro matou a tiro de caçadeira o agente da PSP José Pereira e o filho Diogo, na tarde do dia 29 de agosto. Depois abateu Nuno, o primeiro agente da PSP a responder ao alerta.

vela mais em :::> Correio da Manhã

Hospital não detetou nenhuma anomalia na morte de idosa após longa espera na urgência

A administração do Hospital Garcia de Orta, em Almada, avançou, esta segunda-feira, que está a investigar a morte de uma idosa de 89 anos, no sábado, depois de esperar nove horas para ser atendida no serviço de urgência.

hospital22
O hospital de Almada, no distrito de Setúbal, avançou em comunicado que “já se encontra a investigar o sucedido”, mas adiantou que, para já, não detetou nenhuma situação anómala.
“Após uma análise sumária e preliminar, podemos avançar que não foram detetadas quaisquer inconformidades no serviço prestado à senhora Maria Vitória, nem terá ocorrido qualquer situação anómala nos cuidados prestados”, continua a nota.

Este é o segundo caso de morte no serviço de urgências do hospital, este ano, a merecer averiguação.

A Inspeção Geral das Atividades em Saúde está a acompanhar a investigação. Também o Ministério da Saúde revelou que estão a ser avaliadas as mortes, e garantiu que, se for o caso, serão apuradas as responsabilidades.

No dia 11 de janeiro, um homem com cerca de 60 anos também morreu no serviço de urgência do Garcia de Orta, depois de ter recebido uma pulseira amarela na triagem, e de ter ficado três horas à espera de atendimento médico.

A administração do hospital afirmou que levou a cabo uma investigação a este caso, o que permitiu concluir que “o doente padecia de uma doença grave, com vários dias de evolução, e o seu agravamento súbito, pelo caráter fulminante, tornou impossível qualquer procedimento em tempo útil que evitasse a morte”.

Veja mais em ::::> Jornal de Notícias

Pais das vítimas do Meco receberam “cerca de 70 mensagens” no email

meco2

Os pais dos seis jovens que perderam a vida no mar do Meco, Sesimbra, já receberam “cerca de 70 mensagens, algumas de muito interesse” no endereço eletrónico criado para obter informações sobre o que se passou na noite da tragédia. Estão surpreendidos com o impacto do email tragedia.meco@gmail.com, criado sábado.

O”No espaço de horas, tínhamos já muitos emails”, adiantou ao JN Fátima Negrão. “As pessoas estão a aderir bastante. Estamos a receber muita informação”, revelou a mãe de Pedro Negrão, um dos jovens que faleceram.

A tragédia de 15 de dezembro envolveu sete membros da Comissão Oficial de Praxes Académicas (COPA) da Universidade Lusófona. Apenas o chefe máximo, João Miguel Gouveia, escapou com vida. Os estudantes caminharam cinco quilómetros até ao areal desde a Aiana de Cima, onde estavam a passar o fim de semana numa casa arrendada.

Os vizinhos garantem ter assistido a praxes, deixando os pais perplexos. Foi o caso de António Soares. Sabia que a filha, de 22 anos, pertencia à COPA e que ia preparar praxes, mas desconhecia que Catarina também seria praxada. “Inicialmente, pensámos que tivesse sido um acidente, mas agora começa-se a aferir outras situações degradantes”, realçou ao JN, antes de se reunir com os outros pais, mostrando-se indignado com os episódios relatados pelos vizinhos que dizem ter visto os jovens a rastejar com pedras presas nos tornozelos. “É de uma baixeza enorme. Não me cabe na cabeça esta humilhação”, frisa António. A TVI adiantou ontem que vários membros da COPA desistiram das praxes antes da

Veja mais em ::::> Jornal de Notícias

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.