Tag: quinta do anjo

Quinta do Anjo prepara-se para celebrar Festas de Todos os Santos

24 de Outubro 2017

Festividades já levam mais de dois séculos e meio de existência. Arrancam na sexta-feira e estendem-se até 1 de Novembro. Tradições religiosas, cavalhadas à antiga portuguesa, animações musicais e gastronomia marcam a programação

A freguesia da Quinta do Anjo, no concelho de Palmela, prepara-se para dar cumprimento a uma tradição que celebra há mais de dois séculos e meio. A vertente religiosa alia-se à profana para, durante seis dias, entre a próxima sexta-feira, 27, e 1 de Novembro, dar corpo às Festas de Todos os Santos, comemorações que se aprestam a entrar na sua 261.ª edição.

Tradições religiosas, cavalhadas à antiga portuguesa, animações musicais e gastronomia, bem como um espectáculo de fogo-de-artíficio, marcam a programação de uma das mais antigas e tradicionais festividades do concelho de Palmela.

Paco Bandeira, Herman José, Jorge Nice, Edu Miranda Trio e o European Woodwind Classical Ensemble são alguns dos artistas que vão actuar nas festas. Mas os espectáculos artísticos não se ficam por aí: haverá ainda actuações musicais a cargo de Desenfado, Box Band & The Funk Project, Dixie Gang, Ma Belle, Mama Mia (tributo aos ABBA), além do projeto Não Há 2 Sem 3.

A inauguração oficial da festa, que, lembra a Câmara Municipal de Palmela, “evoca a promessa feita em virtude da protecção da aldeia de Quinta do Anjo, na sequência do terramoto de 1755”, tem início agendado para as 20h30 da próxima sexta-feira, seguindo-se a actuação da Banda da Sociedade de Instrução Musical. Às 22h15, é a vez da Orquestra Ligeira subir ao palco daquela sociedade. A partir das 00h15, o palco da Sociedade de Instrução Musical recebe uma noite dos anos 80, 90 e ano 2000, a cargo do dj Tó Patronilho.

A 261.ª edição das Festas de Todos os Santos inclui vários bares e tasquinhas, nos quais não faltam petiscos e bebidas. As honras de encerramento do certame, a 1 de Novembro, cabem ao cantor Paco Bandeira, seguindo-se o habitual espectáculo de fogo-de-artifício.

O certame é promovido pela Associação de Festas de Quinta do Anjo, em parceria com a Câmara Municipal de Palmela – que este ano concedeu um apoio financeiro de 3.500 euros, além dos apoios logísticos, técnicos e de comunicação –, e conta com forte envolvimento da população e das associações locais.

Veja mais em :::> Diário da Região

Palmela – 20º Festival Queijo, Pão e Vinho

palmela

Entre 4 e 6 de abril, a localidade de S. Gonçalo, na Freguesia de Quinta do Anjo, concelho de Palmela, vive a 20ª edição do Festival Queijo, Pão e Vinho, numa organização da ARCOLSA – Associação Regional de Criadores de Ovinos Leiteiros da Serra da Arrábida com a Câmara Municipal de Palmela.

O queijo de ovelha – em particular, o afamado Queijo de Azeitão certificado – o pão tradicional e os vinhos regionais são os reis do certame, sempre bem acompanhados da doçaria, do mel, da gastronomia, dos produtos agrícolas e do artesanato, numa montra privilegiada dos saberes e sabores nascidos nestas encostas da Arrábida, candidata a Património Mundial.
Este é, já, anualmente, um espaço de eleição para milhares de visitantes da Área Metropolitana de Lisboa, que aqui encontram um espaço de lazer e descontração para toda a família, em profunda ligação com o mundo rural. Passeios pedestres, de BTT, a cavalo e em charrete, demonstrações de tosquia, as sempre divertidas corridas de ovelhas no “Ovinódromo” e um vasto leque de atividades equestres pela Quinta Barreiros – aulas, batismos equestres, horseball, gincanas e demonstrações – são algumas das propostas do programa, que decorre em paralelo com a XXIV Qualificativa de Machos Reprodutores de Ovinos “Ille-de-France”. Dentro do recinto do Festival, os mais novos podem, também, visitar o Museu do Ovelheiro, com o seu espaço infantil, para contactar com os animais e conhecer as memórias dos pastores desta zona e o ciclo de produção do queijo.
Para quem prefere a degustação, o Auditório conta com um programa variado de provas de vinhos, laboratórios do gosto e showcookings, em colaboração com os produtores da região. O movimento associativo local proporciona, ainda, muitos momentos de animação, com música, dança e desporto. No domingo, ao meio-dia, a tradição regressa à capela de S. Gonçalo com a missa de campo e a bênção dos rebanhos.
Cerca de meia centena de expositores terão para oferecer o melhor que se faz nesta região, em três dias de festa, a não perder. Entrada diária no valor de um euro.
Mais informação em http://turismo.cm-palmela.pt

Veja o Programa em :::> ROSTOS

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.