Tag: Seixak

Câmara do Seixal reúne-se com Governo para discutir realojamentos do Bairro da Jamaica

Foto: Diogo Pinto

A Câmara do Seixal informou esta quinta-feira que vai reunir-se na segunda-feira à tarde com a secretária de Estado da Habitação, Ana Pinho, para discutir os realojamentos do Bairro da Jamaica, que estão atrasados devido à especulação imobiliária.

“A reunião acontece para ver toda a questão dos realojamentos, porque foi assinado o protocolo em 2017 por várias entidades. É um acordo de colaboração entre a câmara e áreas do Governo”, disse à Lusa fonte do gabinete de comunicação da autarquia, que se situa no distrito de Setúbal.

À TSF, a vereadora da Habitação, Manuela Calado, adiantou esta quinta-feira que a autarquia pretende “fazer um ponto de situação” sobre os realojamentos em Vale de Chícharos, mais conhecido como Bairro da Jamaica, e explicar que “o orçamento previsto fica abaixo daquilo que são os valores de mercado”.

O município contava ter começado a segunda fase de realojamentos até ao fim do ano passado, mas, em janeiro, avançou à Lusa que o processo está atrasado devido às “burocracias” e especulação imobiliária.

“Infelizmente, este é um processo moroso e burocrático. Foi desenvolvido um procedimento para aquisição das habitações destinadas ao realojamento do qual não resultaram propostas para a totalidade das habitações necessárias, tendo em conta que os valores da portaria são baixos em relação aos preços de mercado praticados atualmente”, explicou, na resposta enviada à Lusa.

Ainda assim, nesta nota, a Câmara do Seixal referiu que continua a decorrer o processo de aquisição de 74 habitações para os moradores dos lotes 13, 14 e 15, prevendo-se o reinício do processo “até ao final de 2020”.

No entanto, na ocasião, a autarquia não divulgou o número de habitações que já tinha conseguido adquirir, apesar de, em setembro de 2019, o autarca Joaquim Santos (CDU) ter adiantado que a compra estava a “meio caminho”.

Embora 2019 tenha sido um ano “zero” em termos de realojamentos, segundo o presidente da Associação de Desenvolvimento Social de Vale de Chicharros, Salim Mendes, os moradores estão “calmos” a aguardar a resolução do problema, até porque têm uma boa relação com o município.

Em 20 de dezembro de 2018 terminou a primeira fase de realojamentos dos moradores do lote 10, em que 187 pessoas foram distribuídas por 64 habitações em várias zonas do concelho, segundo a Câmara Municipal do Seixal.

O acordo para a resolução da situação de carência habitacional neste bairro foi assinado em 22 de dezembro de 2017, numa parceria entre a Câmara do Seixal, o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e a Santa Casa da Misericórdia do Seixal.

No total, a cooperação visa o realojamento de 234 famílias e tem um investimento total na ordem dos 15 milhões de euros, dos quais 8,3 milhões são suportados pelo município.

O bairro começou a formar-se na década de 90, quando populações que vinham dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) começaram a fixar-se nas torres inacabadas, fazendo puxadas ilegais de luz, água e gás.

veja mais em ::::> Correio da Manhã

O dia em que um jovem autarca comunista resolveu aliciar o grande capital

4de Outubro 2018

Nuno Botelho


Quer ver no seu território gruas a construir hotéis, marinas, habitação de luxo e, mais ao largo, empresas de serviços e algumas da área industrial. Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal, promete ainda casas 40% mais baratas que em Lisboa.

Ou o mundo já não é o que era, ou é o que é e chama-se ‘vamos fazer negócio’ – neste caso, negócio imobiliário – independentemente do que a ideologia ditar, pois pode fica lá fora à porta, o tempo que for preciso.

Foi isso mesmo que aconteceu ontem, faltavam poucos minutos para as 13h00, no auditório do PT Meeting Center da FIL, em Lisboa, quando o jovem autarca comunista do Seixal, Joaquim Santos, 41 anos – natural de Beja, mas a residir em Fernão Ferro -, apelou descomplexadamente ao capital, entre perto de duas centenas de investidores, promotores e mediadores imobiliários, que representavam milhares de milhões de euros.

Veja mais em ::::> Expresso

União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN acusa Câmara Municipal do Seixal

Quer impor horários desumanos

Concentração dia 27de Dezembro- Manhã, Serviços Centrais CMS

Apelamos à Administração da C.M. Seixal para que volte atrás nas medidas que pretende implementar, que contrate trabalhadores para o sector de modo a colmatar falhas de serviço, e a gerir a causa pública em respeito pelo direito dos trabalhadores ao gozo dos seus dias de descanso.

Chegou ao conhecimento da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN, que a Câmara Municipal do Seixal quer impor aos trabalhadores da Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos horários que comprometem o gozo do fim-de-semana ao sábado e domingo.

Acontece porem que tal alteração irá desregular a vida familiar dos trabalhadores em questão, isto para além do trabalho efectuado em dia de descanso complementar ter de ser pago como trabalho extraordinário e não ter de ser utilizado para belo prazer das entidades patronais.

Estranhamos no entanto que tal tentativa de mudança de horário seja feita em forma de imposição sem diálogo ou explicação alguma, seja às estruturas dos trabalhadores, seja aos trabalhadores visados, sendo que tal comunicação é feita por carta, “lamentável” a falta de diálogo.

Estranhamos também a utilização de empresas privadas na recolha dos Resíduos Sólidos Urbanos, levando com que estes trabalhadores efectuem horários de 42h. Semanais (horários de Segunda a Sábado) e com vínculos precários.

Nesse sentido os trabalhadores da recolha de resíduos sólidos urbanos, irão concentrar-se junto aos Serviços Centrais da C.M.Seixal dia 27 de Dezembro da parte da manhã e decidiram realizar uma greve na primeira quinzena de Janeiro.

Apelamos à Administração da C.M. Seixal para que volte atrás nas medidas que pretende implementar, que contrate trabalhadores para o sector de modo a colmatar falhas de serviço, e a gerir a causa pública em respeito pelo direito dos trabalhadores ao gozo dos seus dias de descanso.

Comissão Executiva da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN

Veja mais em ::::> Rostos

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.