Tag: Trafaria

Deslizamento de terras obriga ao corte de estrada na Trafaria

763942

Um deslizamento de terras obrigou neste sábado de manhã ao corte do trânsito numa estrada à entrada de Trafaria, no concelho de Almada, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que o alerta foi recebido cerca das 10h00 e que não se registaram danos materiais, nem pessoais.

A Estrada Nacional (EN) 377-1, na freguesia de Trafaria, está “totalmente cortada”, especificou a fonte. Esta estrada liga a A38 à Trafaria passando pelo campus da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

Além dos Bombeiros de Trafaria, já se encontram no local elementos dos serviços municipais de protecção civil de Almada com equipamento para desobstruir a via.

veja mais em :::> Público

Mais de 6.000 pessoas contestam terminal de contentores na Trafaria

Trafaria

Cerca de 6.400 pessoas consideram que a intenção do Governo de construir um terminal de contentores na Trafaria é um “crime de lesa pátria”, numa petição hoje entregue pelos autarcas de Almada na Assembleia da República.
O abaixo-assinado, que recolheu as assinaturas em menos de um mês, foi entregue no parlamento pela presidente da Câmara de Almada, Maria Emília de Sousa (CDU), o presidente da Assembleia Municipal de Almada, José Manuel Maia (CDU) e os presidentes das 11 juntas de freguesia do concelho.
O documento transmite uma “profunda convicção de que a concretização da construção deste terminal corresponderá a um crime ambiental de ‘lesa pátria’, incidindo numa zona de grande riqueza ambiental e paisagística”.
Em declarações aos jornalistas no parlamento, Maria Emília de Sousa afirmou que a contestação ao projeto anunciado pelo governo em fevereiro – que deverá ocupar uma área de 200 a 300 hectares de plano de água e terra – pretende “defender a beleza natural do concelho e o seu potencial para o turismo, para o desenvolvimento tecnológico e das indústrias criativas”.
“Somos pelo desenvolvimento, mas temos o nosso rumo traçado. A estratégia de desenvolvimento para aquele território no quadro da Área Metropolitana de Lisboa seria completamente esmagada com esta ideia”, declarou a autarca comunista, que se mostrou preocupada com a previsão de construção de uma linha de caminho de ferro entre Trafaria e Setil (Cartaxo), “com comboios de mercadorias de 700 metros, para levarem depois os produtos para o norte do país”.

Ler mais:::::> Jornal da Região

Por A L M A D A… Contra o Terminal de Contentores da Trafaria

autarcasalmada2012

“A presidente da Câmara de Almada, o presidente da Assembleia Municipal e os 11 presidentes de junta do concelho entregaram hoje à vice-presidente da Assembleia da República, Teresa Caeiro, a Petição, com mais de 6400 assinaturas, contra a construção de um mega terminal de contentores na Trafaria.”
Texto e foto Página Câmara Municipal de Almada.

veja mais em ::::> Anabela Vidal Serra

Trafaria salta para a rua em defesa do centro de saúde

trafaria

O Centro de Saúde da Trafaria vai reduzir o horário de funcionamento e perder as consultas para adultos, que passam a ser atendidos no centro da Costa da Caparica. Uma reorganização que fez a população ontem, quinta-feira, sair para a rua em protesto, enquanto a presidente da Junta de Freguesia afirma que a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo “não ouviu o poder local”. Na base desta reorganização está a falta de médicos, alegam os responsáveis de saúde.

Entretanto, já no próximo sábado a Comissão de Utentes da Saúde da Freguesia da Trafaria (CUSFT) vai promover um abaixo-assinado para tentar travar uma reestruturação que “poderá abrir o caminho para encerrar o centro de saúde da freguesia”, infere Glória Pedroso, um dos elementos da comissão que ontem, quinta-feira, 4 de abril, reuniu com o director executivo do Agrupamento de Saúde Almada e Seixal.

“Fomos bem recebidos mas não obtivemos a resposta que esperávamos”, afirma. Os elementos da CUSFT apresentaram as suas razões e queriam ouvir o director do agrupamento, Luís Amaro, garantir que o centro de saúde da Trafaria continuaria a funcionar das 8 horas às 18 horas, em vez de “passar a fechar às 14 horas” e manter as consultas diárias para todos os utentes.

As mesmas questões tinham sido colocadas dias antes pela presidente da Junta de Freguesia, Francisca Parreira, ao mesmo responsável quando “surgiu o rumor que o centro de saúde da Trafaria iria encerrar”. Afirma a autarca que foi “apanhada de surpresa”, mais ainda quando esperava uma reorganização que “desse mais resposta aos utentes”. Mas pelo contrário, viu as duas médicas que ali prestavam serviço serem deslocadas para a freguesia vizinha, da Costa da Caparica.

Ler mais::::> Jornal da Região

Trafaria – Autarcas pedem audiência à Presidente da Assembleia da República

CONTENTORES
A petição contra a construção de um terminal de contentores na Trafaria já reúne as condições necessárias para ser discutida no Parlamento. Por isso, foi solicitada uma audiência à Presidente da Assembleia da República.

Esta audiência foi requerida no passado dia 22 de março pela presidente da Câmara Municipal de Almada, o presidente da Assembleia Municipal de Almada e a presidente da Junta de Freguesia da Trafaria.

O objectivo destes autarcas é entregar, em mãos, o resultado da Petição contra a construção de um mega terminal de contentores na Trafaria.

Nesta Petição é afirmada «a profunda convicção de que a concretização da construção» de um mega terminal de contentores na Trafaria «corresponderá a um crime ambiental de “lesa pátria”, exigindo-se «que o Governo da República abandone de imediato» essa intenção.

A recolha de assinaturas, dirigida à Assembleia da República, resulta da aprovação, por autarcas e cidadãos em plenário da população da vila da Trafaria, no passado dia 23 de fevereiro de 2013, de uma Resolução em que se previa expressamente a realização desta iniciativa.

Ainda pode assinar a Petição em: www.m-almada.pt/contentorestrafarianao
28/03/2013

Petição contra terminal de contentores na Trafaria

Nesta petição é referida a «profunda convicção de que a concretização da construção deste terminal corresponderá a um crime ambiental de “lesa pátria”, incidindo numa zona de grande riqueza ambiental e paisagística».

É também exigido ao Governo que, «numa altura em que é tão importante a criação de emprego, avance com os dois projetos estratégicos para o concelho de Almada – um na Costa da Caparica e o outro no Arco Ribeirinho Sul – geradores de dezenas de milhares de novos postos de trabalho, e que devolva à Marinha Portuguesa o Arsenal do Alfeite».

A petição está também disponível para assinatura nas juntas de freguesia do concelho, em vários equipamentos municipais e em diversos locais de habitual afluência de público (interfaces de transportes públicos, zonas comerciais, etc.).

Assine aqui a petição:
www.m-almada.pt/contentorestrafarianao

Arquivo

“Megaterminal esmaga Trafaria”

O plano de transferência de contentores de Lisboa para a Margem Sul, anunciado sexta-feira pelo Governo, vai “esmagar” a Trafaria, disse ontem ao CM a presidente da Junta de Freguesia, que sublinha a vocação piscatória, turística e de lazer da faixa que se estende até à Fonte da Telha. Paralelamente, as praias da Costa da Caparica irão ser afetadas.

Leia mais em::::>http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/megaterminal-esmaga-trafaria

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.