Um ano de retrocesso na ação e na defesa de Almada

05 de Outubro 2018
José Gonçalves – Vereador CDU Almada

A Cdu (..) é da opinião que o novo executivo (do PS) foi um passo atrás no concelho e tece as maiores críticas à liderança de Inês de Medeiros.

O vereador José Gonçalves afirmou que o “balanço é de retrocesso” e de “perda de ligação com as pessoas, com as instituições” e queixou-se da falta de reuniões camarárias descentralizadas para escutar os problemas dos munícipes.

“Há uma perda de resposta. A Câmara Municipal de Almada não tem uma voz de defesa das populações, dos interesses locais”, vincou, lembrando que o “trânsito foi apresentado como uma proposta de intervenção prioritária [durante a campanha] e não se viu nada” um ano depois.

“Acho que este mandato está a ser penalizador para o nosso concelho, pela perda de apoios às nossas instituições culturais, sociais”, criticou.

Já o ambiente entre os partidos que compõe o executivo é de “confronto político” e de “submissão ao poder central”, sem apresentação “de ideias e propostas”.

Veja mais em ::::> José Gonçalves – Facebook

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.