Alergias nas praias são um mistério

Alergias nas praias são um mistério
163 pessoas queixaram-se de comichões e irritação na pele, desde dia 10. Banhos continuam desaconselhados

2013-07-18224548_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67738d42d

A causa para as alergias na pele sentidas por 163 banhistas das praias da Costa da Caparica (Almada) e linha de Cascais, desde o dia 10, é ainda um mistério e, por isso, os banhos continuam desaconselhados. Só na quarta-feira foram registadas 80 queixas nas praias da Margem Sul e 12 na praia de S. Pedro do Estoril, devido a comichões e irritações na pele. As várias entidades vão continuar a monitorizar a situação, através de novas análises e introdução de “novas variáveis no estudo”.

Com a bandeira amarela e os avisos, na manhã de ontem, muitos dos banhistas da Costa da Caparica optaram por ficar apenas pelo areal. “Ouvimos os avisos e preferimos não arriscar, até porque o tempo não ajuda muito”, explicavam. Ainda assim, os chuveiros da praia de São João do Estoril permitiram, a alguns, uma ida ao mar: “Vamos ao mar e depois, para prevenir, passamos por água doce”, referiram alguns banhistas, cumprindo a recomendação da APA. Mas o ‘truque’ não foi seguido por todos aqueles que não desperdiçaram uma ida ao mar, apesar de ser desaconselhável.

Veja msis em :::> Correio da Manhã

Por: tvi24 / PO | 2013-07-17 23:36
Banhos desaconselhados nas praias da Caparica e Linha do Estoril
Interdição foi levantada na segunda-feira pela Agência Portuguesa de Ambiente

A prática de banhos está desaconselhada em todas as praias da margem Sul, da Costa da Caparica até ao Cabo Espichel, e na linha do Estoril, em São Pedro do Estoril, segundo fonte da Autoridade Marítima Nacional.

Em declarações à agência Lusa, a mesma fonte acrescentou que os banhos voltaram a ser desaconselhados, apesar de a interdição ter sido levantada na segunda-feira pela Agência Portuguesa de Ambiente (APA), por terem surgido hoje novas queixas de irritação cutânea entre alguns banhistas.

A APA decidiu levantar a interdição por não ter estabelecido uma relação causal entre as situações de comichão relatadas por várias pessoas e a presença de microalgas nas águas.

Veja mais em ::::>TVI

Comments are closed.

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.