Category: Ambiente

A população da Fonte da Telha concorda com a obra

29 de Junho 2020
Assembleia Municipal de Almada
Inês de Medeiros
Presidente da Câmara Municipal de Almada

“Foram décadas de estudos e durante essas décadas o que aconteceu à Fonte da Telha foi deteriorando-se cada vez mais …. o que aconteceu à duna primária foi deteriorando-se cada vez mais e cada vez mais havia mais carros sobre aquela duna mais autocarros sobre aquela duna……
Se há população que concorda com aquela obra, é a população da Fonte da Telha……
Porque a população da Fonte da Telha tem sentido que há décadas é abandonada e deixada á sua sorte……
Daqui por um ano a terá uma duna primária como há muitos anos não tem na Fonte da Telha…..
Foi tudo feito em articulação com as entidades responsáveis …..
O Pavimento que foi posto é o pavimento que foi aprovado no POC é o pavimento aprovado pelo ICNF…..
Estamos a trabalhar para criar um verdadeiro Plano de Pormenor…..
Estamos a fazer estudos as incidências ambientais e certamente os resultados serão surpreendentes.”

A população da Fonte da Telha concorda com a obra

29 de Junho 2020 Assembleia Municipal de Almada Inês de Medeiros Presidente da Câmara Municipal de Almada“Foram décadas de estudos e durante essas décadas o que aconteceu à Fonte da Telha foi deteriorando-se cada vez mais …. o que aconteceu à duna primária foi deteriorando-se cada vez mais e cada vez mais havia mais carros sobre aquela duna mais autocarros sobre aquela duna……Se há população que concorda com aquela obra, é a população da Fonte da Telha……Porque a população da Fonte da Telha tem sentido que há décadas é abandonada e deixada á sua sorte……Daqui por um ano a terá uma duna primária como há muitos anos não tem na Fonte da Telha…..Foi tudo feito em articulação com as entidades responsáveis …..O Pavimento que foi posto é o pavimento que foi aprovado no POC é o pavimento aprovado pelo ICNF…..Estamos a trabalhar para criar um verdadeiro Plano de Pormenor…..Estamos a fazer estudos as incidências ambientais e certamente os resultados serão surpreendentes.”

Publicado por Sultv em Terça-feira, 30 de junho de 2020

João Geraldes e os “pontos nos iii” no Movimento Associativo

Assembleia Municipal de Almada
26 de Junh2020

João Geraldes CDU

“Aquilo que foi dito na reunião de ontem desta Assembleia Municipal pelo Sr.Deputado Pedro Matias….. é necessário dizer que a CDU lamenta profundamente que o Partido Socialista pelo qual este Sr.Deputado é eleito, não se tenha demarcado das afirmações profundamente ofensivas mentirosas e gratuitas de roupagem claramente fascizante que o Sr. Deputado Pedro Matias que o Sr Deputado Pedro Matias aqui ontem produziu.
O Sr Deputado Pedro Matias agrediu e insultou de forma absolutamente gratuita e infundada milhares de cidadãos, dirigentes associativos do nosso Concelho, que o são voluntariamente por amor e dedicação às populações do Concelho.
É esta realidade revelada por este tipo de agressão gratuita, que justifica afinal, a politica de asfixia traduzida na constante redução dos apoios municipais à sua actividade que esta maioria vem impondo ao Movimento Associativo desde que tomou posse.
E é esta realidade que justifica também e de forma agora absolutamente transparente a razão pela qual o PS rejeitou a proposta da CDU para a criação de um fundo de 1 milhão de euros para apoio não ao Movimento Associativo em exclusivo, como onte o0 Sr. Deputado Pedro Matias quis fazer crer
mas a todas as Associações e Instituições do Concelho afectadas pelas duras consequências da pandemia em que vivemos.
A CDU entende que é necessário eliminar rapidamente este preconceito que capturou o PS e é urgente mudar de rumo…..
A CDU lamenta profundamente que ao aceitar de forma totalmente passiva o discurso ontem aqui feito pelo Sr.Deputado Pedro Matias, o PS de Almada não dê qualquer sinal positivo no sentido da indispensável mudança de orientação e de estratégia neste domínio.”

João Geraldes e os "pontos nos iii" no Movimento Associativo

Assembleia Municipal de Almada 26 de Junh2020 João Geraldes CDU"Aquilo que foi dito na reunião de ontem desta Assembleia Municipal pelo Sr.Deputado Pedro Matias….. é necessário dizer que a CDU lamenta profundamente que o Partido Socialista pelo qual este Sr.Deputado é eleito, não se tenha demarcado das afirmações profundamente ofensivas mentirosas e gratuitas de roupagem claramente fascizante que o Sr. Deputado Pedro Matias que o Sr Deputado Pedro Matias aqui ontem produziu.O Sr Deputado Pedro Matias agrediu e insultou de forma absolutamente gratuita e infundada milhares de cidadãos, dirigentes associativos do nosso Concelho, que o são voluntariamente por amor e dedicação às populações do Concelho.É esta realidade revelada por este tipo de agressão gratuita, que justifica afinal, a politica de asfixia traduzida na constante redução dos apoios municipais à sua actividade que esta maioria vem impondo ao Movimento Associativo desde que tomou posse.E é esta realidade que justifica também e de forma agora absolutamente transparente a razão pela qual o PS rejeitou a proposta da CDU para a criação de um fundo de 1 milhão de euros para apoio não ao Movimento Associativo em exclusivo, como onte o0 Sr. Deputado Pedro Matias quis fazer crermas a todas as Associações e Instituições do Concelho afectadas pelas duras consequências da pandemia em que vivemos.A CDU entende que é necessário eliminar rapidamente este preconceito que capturou o PS e é urgente mudar de rumo…..A CDU lamenta profundamente que ao aceitar de forma totalmente passiva o discurso ontem aqui feito pelo Sr.Deputado Pedro Matias, o PS de Almada não dê qualquer sinal positivo no sentido da indispensável mudança de orientação e de estratégia neste domínio."https://www.facebook.com/128721513860834/videos/292239418813979

Publicado por Sultv em Sábado, 27 de junho de 2020

Almada cria observatório e centro de investigação para “passar à prática” nas alterações climáticas

Almada, o concelho apontado como o mais afectado pela prevista subida do mar nos próximos anos

Público
Francisco Alves Rito 30 de Outubro de 2019, 18:5

Almada, o concelho apontado pelo Plano de Combate às Alterações Climáticas na Área Metropolitana de Lisboa como o mais afectado pela prevista subida do mar nos próximos anos, vai criar um observatório e um centro de estudos de avaliação de riscos costeiros, para “passar à prática” na adaptação que os cientistas apontam como cada vez mais urgente.

O Observatório de Avaliação de Riscos Costeiros e um Centro de Estudos de Avaliação e Gestão de Risco Ambiental e Protecção Civil, em comunidades costeiras foram formalmente criados nesta quarta-feira por acordo entre a Câmara Municipal de Almada, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL), o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e o TRYP Lisboa Caparica Mar Hotel.

Na prática vai ser instalada uma câmara de vigilância no topo do hotel de oito andares, na primeira linha de praia da Costa da Caparica para monitorizar em permanência os comportamentos do mar naquela zona de costa e permitir assim aos investigadores do centro de estudo, da FCT e do LNEC, avaliarem os galgamentos e respectivos impactes em terra.

veja mais em :::: Público

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.