Tag: graffiti

Setúbal – Graffiti português entre os melhores do mundo

grafiti
O graffiti Rapaz dos Pássaros, da autoria do português Sérgio Odeith, que decora o exterior do Auditório José Afonso, em Setúbal, foi eleito pelo movimento internacional I Support Street Art como um dos 24 melhores murais do mundo concretizados em 2014. O trabalho artístico de Odeith, inaugurado em Março do ano passado e que é uma reprodução de um registo da autoria de Américo Ribeiro, antigo fotógrafo da cidade, faz parte de uma lista que integra os murais favoritos do movimento feitos no ano que agora terminou e que foi enormemente criativo. O mural, que pode ser visto a várias centenas de metros de distância, é quase todo a preto e branco, com exceção das árvores coloridas. De acordo com um comunicado divulgado pela Câmara Municipal de Setúbal aquando da inauguração, a pintura é uma reprodução com apontamentos de interpretação artística de uma fotografia com sensivelmente oitenta anos. Vicente Inácio Martins, hoje com mais de 90 anos, é o menino retratado no graffiti, que pode ser visto a várias centenas de metros de distância e que recorda os tempos em que, descalço, o rapaz vendia pássaros pelas ruas de Setúbal. Segundo Sérgio Odeith, autor da obra, o trabalho, que mistura pintura com rolo e de graffiti, demorou nove dias a ficar concluído e houve uma paragem pelo meio porque o Benfica jogava nessa altura, conta, com humor, na nota de imprensa da autarquia. Da coleção de murais reunida pelo I Support Street Art fazem parte trabalhos espalhados um pouco por todo o mundo – um deles em Gloucestershire, Inglaterra, assinado por Banksy, um dos nomes mais sonantes da arte urbana atual – que demonstram “a diversidade e quantidade” de arte de rua criada em 2014. Todos os trabalhos [criados o ano passado] foram fantásticos e todos merecem vê-los, afirma aquela plataforma social.

Veja mais em :::>Ruralea.com

Seixal Graffiti promove arte urbana e alarga âmbito

graffiti

A edição deste ano do Seixal Graffiti vai voltar a “elevar o graffiti a arte urbana” e alargar a promoção a outras manifestações artísticas urbanas. Nuno Torrado, do gabinete da juventude da autarquia seixalense, revela que o festival vai também contar com um mercado de artesanato urbano e uma demonstração de parkour com artistas locais. Esta iniciativa, que vai para a sua 11ª edição, “serve para mostrar que a câmara do Seixal apoia a arte urbana em geral e o graffiti em particular”, mostrando que “há locais próprios e limites” para ser feito.

Lembrando que a autarquia do Seixal foi “pioneira” no apoio a esta arte, Nuno Torrado aponta ainda o trabalhado da associação RUAS, que trabalha também na área há cerca de dois anos e que é parceira do evento, para destacar “uma certa educação” que existe já entre a população local, reconhecendo que “o graffiti é mais que arte visual”. “O graffiti é uma pintura global do mural, com um conceito e uma forte componente visual”, acrescenta. Um exemplo do “respeito” que existe pelo património é o facto de vários murais da cidade “continuarem intactos”.

O Seixal Graffiti vai envolver 20 artistas nacionais, entre nomes conceituados e novos valores da área selecionados por inscrição. Nuno Torrado revela que a adesão “está a ser muito boa”, apesar de ainda não poder revelar números finais, uma vez que o processo de inscrições ainda está a decorrer de momento. No entanto, garante que não querem “deixar nenhum artista de fora”. Os artistas vão intervir num muro com cerca de 150 metros da antiga fábrica corticeira da Mundet, “com todas as condições para o trabalho”. Isso faz com que outros artistas acabem por contactar a autarquia para desenvolver projetos no concelho e “o apoio da câmara acaba por se refletir no trabalho produzido” pelos graffiters, considera Nuno Torrado.

As expectativas para esta edição do Seixal Graffiti passam por “aumentar o número de público”, nomeadamente “o mais jovem”, se bem que Nuno Torrado explica que é impossível avançar com números precisos, visto que a iniciativa decorre na rua e há sempre pessoas a passar. No entanto, garante que o evento “atrai muita gente”, até porque “está numa zona de passagem” e também porque as pessoas “já sabem que o festival ocorre por esta altura do ano e, quando vêm o mural a ser preparado, percebem que algo vai acontecer ali”. O Seixal Graffiti decorre no fim-de-semana de 25 e 26 de Outubro.

Veja mais em ::::> Setúbal na Rede

2001 Graffiti no Seixal

Pinturas morais

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.